Portugal ultrapassa os 30 mil casos confirmados de Covid-19

A Direção-Geral de Saúde confirmou um total de 1.289 vítimas mortais da doença, no boletim epidemiológico divulgado esta sexta-feira.

Lusa

Portugal registou, até à meia-noite desta quinta-feira, 30.200 casos confirmados da doença Covid-19, mais 288 do que ontem (ou um crescimento de 0,96%), segundo o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS). O número de vítimas mortais do novo coronavírus no país aumentou para 1.289, o que corresponde a mais 12 mortes nas últimas 24 horas.

O relatório contabiliza, neste momento, 2.257 essoas que aguardam o resultado laboratorial dos testes e 7.590 recuperadas. No entanto, 84 dos 576 doentes internados encontram-se em unidades de cuidados intensivos. A nível de sintomas, menos de metade (41%) teve tosse, 29% febre, 21% dores musculares, 2o% cefaleia, 15% fraqueza generalizada e apenas 12% sentiu dificuldades em respirar.

Lisboa e Vila Nova de Gaia são os concelhos portugueses com mais doentes, 2.107 e 1.535, respetivamente. Segue-se o Porto (1.337 casos de Covid-19), Matosinhos (1.257), Braga (1.199 e Gondomar (1.065), quatro municípios da região norte do país.

Em relação às vítimas mortais, 630 são homens (369 deles com mais de 80 anos de idade) e 659 mulheres (497 delas com mais de 80 anos de idade).

Na conferência de imprensa de ontem, a diretora-geral da Saúde alertou para a importância de manter os cuidados durante o verão ou em épocas de mais calor. “Os cidadãos não podem descurar as medidas”, realçou Graça Freitas.

“A questão da temperatura é uma questão que todo o mundo acompanha com ansiedade. Os outros coronavírus, os quatro que são sazonais, são sazonais porque aparecem sobretudo no outono e no inverno e começam a ter uma atividade muito baixa na primavera e no verão. Se este vírus tiver este comportamento vamos ter um alívio de casos no verão, mas não temos a certeza”, referiu a dirigente da DGS aos jornalistas.

Notícia atualizada às 13h32

Ler mais
Relacionadas

Infografia | Covid-19: ponto de situação em Portugal a 22 de maio

Veja aqui a evolução do novo coronavírus em Portugal, com os indicadores disponibilizados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).
Recomendadas

“Se tivéssemos encerrado o país mais cedo…”. Epidemiologista sueca deteta erros na gestão da pandemia

Uma das razões para que Annika Linde se viesse a retratar de declarações anteriores deveu-se ao facto da Suécia ter registado a maior taxa de mortalidade per capita do mundo durante dois dias seguidos, tendo passado as quatro mil vítimas mortais.

Especialistas defendem que união fiscal é chave para a união política europeia

No Webinar “O futuro da União Europeia”, uma iniciativa da Antas da Cunha ECIJA, Ana Gomes defendeu que “as questões da fiscalidade têm de passar a ser assumidas como uma questão europeia. A questão de recursos próprios europeus que dependem de impostos europeus, que não sejam o IVA — temos 50 mil milhões de euros de receitas de IVA por ano a financiarem organizações mafiosas e terroristas”, é importante.

Microsoft alerta utilizadores para esquema de fraudes via email

Os piratas informáticos fazem-se passar por docentes do Centro de Segurança em Saúde da Universidade Johns Hopkins (Estados Unidos), aliciando os utilizadores a clicarem num ficheiro de Excel falso.
Comentários