Português é embaixador da UE para o Reino Unido cumprir acordo de saída

“Acho que ela [Thatcher] não se iria opor, porque ela acreditava na relação entre o Reino Unido e a União Europeia, para a qual ela contribuiu imenso”, disse João Vale de Almeida à publicação britânica.

Flickr

O diplomata português João Vale de Almeida é o novo embaixador da União Europeia no Reino Unido, coordenando a saída do espaço europeu. Com mais de 30 anos de experiência em diplomacia, Vale de Almeida já foi embaixador da União Europeia nas Nações Unidas e nos EUA, além de ter ter sido diretor-geral da Comissão.

Em entrevista ao jornal “The Guardian”, João Vale de Almeida refere que teve bastante interação com Boris Johnson quando os dois se encontravam na Comissão Europeia, uma vez que Vale de Almeida era deputado e o agora primeiro-ministro era jornalista.

O embaixador da UE para o Reino Unido vai ficar responsável pelo acordo de saída, fazendo com que este seja cumprido no seu todo, nomeadamente os direitos dos cidadãos da UE e o compromisso em evitar uma fronteira na ilha da Irlanda. A ocupar o gabinete no número 32 da Smith Square em Westminster, Vale de Almeida está nas antigas instalações do partido conservador, onde Margaret Thatcher acenou à multidão depois de ter sido eleita.

“Acho que ela [Thatcher] não se iria opor, porque ela acreditava na relação entre o Reino Unido e a União Europeia, para a qual ela contribuiu imenso”, disse João Vale de Almeida à publicação britânica.

O Reino Unido comprometeu-se em estabelecer um grupo de acompanhamento independente até 1 de janeiro de 2021, de forma a assegurar a proteção dos direitos dos cidadãos da UE no Reino Unido, estimando-se a presença de 3,8 milhões na ilha que se vai separar da união que possui a mesma moeda.

No entanto, Vale de Almeida aponta que Bruxelas também precisa de assumir a responsabilidade perante estes cidadãos que escolheram o Reino Unido para residir e fazer vida. O antigo deputado sublinha que o esquema estabelecido pelo governo britânico cria dificuldades para aqueles que se encontram fora do mainstream, unindo-se a várias entidades para “ir mais fundo na sociedade britânica e contactar com todos os cidadãos”.

Ler mais
Recomendadas

Canadá promete retaliar contra novas tarifas norte-americanas

Se os Estados Unidos voltarem a impor tarifas aos produtos canadianos com base no alumínio, como fizeram em 2018, o Canadá responderá aplicando tarifas retaliatórias.

Facebook remove rede pró-Trump baseada na Roménia

O Facebook revelou que removeu recentemente uma pequena rede de contas a operar a partir da Roménia que promovia a campanha de reeleição do presidente Donald Trump.

Estado de Nova Iorque vai processar associação que promove as armas pessoais

A poderosa NRA, National Rifle Association, vai ser processada por corrupção e desvio de fundos para interesses pessoais. Donald Trump já veio defender a organização, que teve em Barack Obama um dos seus maiores inimigos.
Comentários