Preços na produção industrial em Portugal caem acima da média europeia em agosto

Os preços na produção industrial caíram 2,5% na zona euro e 2,3% na União Europeia (UE) em agosto, em termos homólogos de 2019, de acordo com o Eurostat.

Os preços na produção industrial caíram 2,5% na zona euro e 2,3% na União Europeia (UE) em agosto, em termos homólogos de 2019, de acordo com os dados divulgados pelo Eurostat, esta quinta-feira. Portugal registou um recuo acima da média (-3,3%).

Comparativamente com o mês de julho, os preços na produção industrial cresceu 0,1% na zona euro e 0,2% na UE. Nesta comparação Portugal registou um desempenho em contraciclo, com uma quebra de 0,1% dos preços na produção industrial.

Na variação homóloga, Lituânia (-6,8%), Letónia (-5,1%) e Itália (-4,0%) registaram as maiores quedas. Por oposição, Malta (1,6%), Hungria (0,4%) e a Eslovénia (0,3%) foram os únicos países a registar subidas dos preços na produção industrial.

Perante o mês de julho, Estónia (3,1%), Dinamarca (2,2%) e Finlândia (1,6%) registaram os maiores ganhos. Já a Bulgária (-0,5%), a Eslováquia (-0,4%), a República Checa, a Croácia e a Roménia (-0,3%) tiveram as maiores quebras.

Recomendadas

Governo quer evitar ‘lockdown’ total do país em Dezembro. Reforço do teletrabalho e restrições à circulação em cima da mesa

Executivo está a ponderar novas medidas para combater a pandemia da Covid-19, perante o aumento do número de casos de infetados. Em estudo está a implementação de mapas de risco, teletrabalho obrigatório sempre que necessário, ensino superior à distância e restrições à circulação em determinados horários e em áreas de risco como restauração e centros comerciais.

OE2021: Aumento de 10 euros nas pensões em janeiro custa 270 milhões de euros

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, disse hoje no parlamento que o aumento extraordinário das pensões negociado com o PCP, no valor de 10 euros, a decorrer já em janeiro, vai custar 270 milhões de euros.

Bruxelas vai disponibilizar 100 milhões de euros para aquisição de testes rápidos para a Covid-19

Além deste reforço na testagem contra o vírus Sars-Cov-2, a presidente da Comissão Europeia anunciou ainda a aquisição conjunta de equipamento médico para vacinação e a extensão da suspensão temporária dos direitos aduaneiros e do IVA sobre a importação de equipamento médico de países terceiros.
Comentários