Presidente da República vai estar na Madeira para assinalar 600 anos da descoberta das ilhas da Madeira e do Porto Santo

“Há 18 anos que um Presidente da República não falava no parlamento regional aos madeirenses, aos porto-santenses e aos representantes do povo e isso, para nós, é uma honra”, salientou o Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira.

O Presidente da República vai estar presente na Sessão Solene da Assembleia Legislativa da Madeira para assinalar os 600 anos da descoberta das ilhas da Madeira e do Porto Santo, no próximo ano.

O convite foi dirigido, na passada segunda-feira, ao Chefe do Estado pelo Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Rodrigues, durante uma audiência de apresentação de cumprimentos. “Fiz o convite que desde logo foi aceite para o dia 27 de março do ano de 2020”, confirmou José Manuel Rodrigues à saída do encontro, no Palácio de Belém.

“Há 18 anos que um Presidente da República não falava no parlamento regional aos madeirenses, aos porto-santenses e aos representantes do povo e isso, para nós, é uma honra”, salientou o Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira.

Nesta audiência, José Manuel Rodrigues apresentou ainda ao Presidente da República aquilo que são alguns “assuntos pendentes” entre a Região e o Estado, como a “construção do novo hospital da Madeira, a questão da mobilidade aérea e marítima e outros assuntos que, naturalmente, são importantes para que haja uma ‘nova era’ no relacionamento entre a Região e o Estado”, disse.

José Manuel Rodrigues acredita que o “Presidente da República, dentro do seu ‘magistério de influência’, não deixará junto dos diferentes órgãos de soberania de dar uma palavra a favor desses interesses da Madeira e do Porto Santo”.

Recomendadas

Madeira: JPP descontente com fecho da agência do Banco Santander da Camacha

O JPP entende que este tipo de decisões, legítimas do ponto de vista da empresa, chocam grosso modo com a população que serve e que lhes confia as suas economias.

Miguel Albuquerque: Não vai haver medidas nenhumas de relaxamento nos lares

“Eu compreendo que os familiares querem abraçar os seus entes queridos que estão nos lares, compreendo que alguns deles querem levá-los a casa e trazê-los, mas nós neste momento não podemos arriscar”, vincou.

Mapa turístico em braille e roteiro acessível abrem a Semana do Turismo no Funchal

As comemorações do Dia Mundial do Turismo decorrem até domingo e incluem ainda workshops, concertos, apresentações de novos projetos, a atribuição da distinção municipal “Mérito Turístico 2020” e a abertura do Posto de Turismo do Mercado dos Lavradores.
Comentários