Presidente dos CTT ganha prémio internacional da indústria postal

Francisco de Lacerda tornou-se no primeiro CEO português a ser reconhecido pelo World Post & Parcel Awards.

Cristina Bernardo

O presidente executivo dos CTT – Correios de Portugal tornou-se no primeiro CEO português a ser reconhecido pelo World Post & Parcel Awards ao vencer o prémio Industry Leadership 2018, que distingue os líderes dos operadores postais e de encomendas.

Francisco Lacerda foi avaliado por um júri composto por anteriores vencedores, como Philippe Wahl, do La Poste (França), Frank Appel, da Deutsche Post DHL (Alemanha), Moya Green, do Royal Mail (Reino Unido), e Herna Verhagen, da PostNL (Holanda). O presidente dos CTT recebeu a distinção numa cerimónia que se realizou esta terça-feira, em Londres.

“É o reconhecimento do trabalho dos 12 mil colaboradores que, com o seu esforço e compromisso, contribuem todos os dias para a transformação dos CTT, reforçando as fundações de uma empresa moderna, competitiva, sustentável e baseada no digital; uma empresa com os olhos postos no futuro, sem esquecer a herança do seu passado”, afirma Francisco Lacerda.

Os candidatos ao World Post & Parcel Awards são selecionados com base numa shortlist nomeada pelo público e, mais tarde, escolhidos pelo comité de antigos gestores premiados. Segundo o operador postal português, o prémio deve-se ao do trabalho desenvolvido pelo CEO desde 2012, “nomeadamente a privatização e entrada em bolsa da empresa, a diversificação das suas áreas de negócio e o lançamento do Banco CTT”.

As ações dos CTT encerraram a sessão desta quarta-feira com uma queda de 0,34%, para 2,90 euros.

Relacionadas

CTT: acordo com sindicatos garante aumentos salariais até 1,3%

Adicionalmente, segundo apurou o Jornal Económico, foi acordada a admissão no quadro permanente de 50 carteiros e 50 trabalhadores das lojas, durante o segundo semestre deste ano, e de mais 25 carteiros durante o primeiro semestre de 2019.

Prémio “Melhor Empresa de Transporte Urgente” atribuído a empresa dos CTT em Espanha

A “Tourline Express” venceu esta categoria na primeira edição dos “Prémios de Transporte e Logística”, organizado pelo jornal “La Rázon”.
Recomendadas

Vendas de Os Mosqueteiros sobem 10% em 2018 para 2,2 mil milhões de euros

As vendas de Os Mosqueteiros subiram 10% no ano passado, face a 2017, para 2,2 mil milhões de euros, anunciou esta segunda-feira o grupo, que prevê a abertura de “uma centena de novos pontos de venda” no mercado português.

PremiumA vida das cartas e encomendas até chegarem às suas mãos

Em julho deste ano, o correio ainda representava 68% dos rendimentos dos CTT. Cabo Ruivo é um dos principais centros de comando desta unidade de negócio. Por ali passam diariamente mais de dois milhões de objetos, trabalham 580 colaboradores e acolhe 100 veículos que percorrem 13 mil quilómetros.

Exclusivo: Greve de estivadores no terminal de contentores de Sines está a causar quebras de 25%

Fonte oficial da concessionária do terminal, da PSA de Singapura, garantiu ao Jornal Económico que a quebra de mercadorias movimentadas até ao momento já está a sofrer uma quebra de 25% face ao período homólogo de 2018. Uma queda que se pode agravar até ao final do ano.
Comentários