Presidente: “Há uma descida na percentagem de crescimento” de novos casos

“A curva [epidémica] afastou-se da curva que era expectável, e da curva seguida por outros países”, disse hoje Marcelo Rebelo de Sousa.

Miguel Figueiredo Lopes/Presidência da República handout via Lusa

Marcelo Rebelo de Sousa apontou que existem sinais de abrandamento no crescimento de novos casos confirmados pelo novo coronavírus (Covid-19) em Portugal, o que pode resultar das medidas de contenção tomadas, como o encerramento das escolas.

“Estivemos a analisar os números de hoje, e a comparação com os últimos dias, e pode ser que já haja aqui sinais dos efeitos da primeira decisão do encerramento das escolas, e depois, porventura, em menor escala de medidas restritivas que apelaram à contenção dos portugueses”, disse hoje o Presidente da República ao comentar a conversa que teve hoje com o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães.

“Mas é facto, há uma descida na percentagem de crescimento, e que a curva se afastou da curva que era expectável, e da curva seguida por outros países”, destacou Marcelo Rebelo de Sousa em declarações aos jornalistas no Palácio de Belém, transmitidas pela RTP 3 .

“Mas e preciso esperar, porque dia a dia se vão recolhendo os elementos para verificar se este distanciamento é contante ou não, veremos nos próximos dias”,

O Presidente apontou que o ritmo de crescimento diário de novos casos já não anda à volta dos 30% a 40%, mas que tem sido “muito mais à volta dos 15%”.

Entre ontem e hoje, o número de novos casos aumentou 18,3%; no dia 25, registou um aumento de 26,7%; no dia 24, de 14,6%; no dia 23 de 28,7%; no dia 22 de 25%; no dia 21 de 25,49%; no dia 20 de 29,93%.

Portugal conta atualmente com 3.544 casos positivos com o novo coronavírus, mais 549 face a quarta-feira. No total, existem 60 vítimas mortais, mais 17 face a ontem, segundo os dados divulgados hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Infografia | Covid-19: ponto de situação em Portugal a 26 de março

Ler mais
Relacionadas

Marcelo: Celebrações do dia de Portugal na Madeira e África do Sul adiadas para 2021

As celebrações este ano vão assim ter lugar em Lisboa, com “os cuidados impostos pelas circunstâncias”, afirmou o Presidente.

“É meramente temporária”. Graça Freitas esclarece revogação de medidas das autoridades de saúde locais

Em conferência de imprensa, a diretora da DGS explicou que uma “autoridade de saúde no seu local ou na sua região entenda que deve impor uma série de medidas coletivas, ou seja, que interfiram com a vida de uma série de pessoas ao mesmo tempo, deve propor à autoridade de saúde nacional que depois vai articular com a ministra da Saúde que, por sua vez, vai conjugar essas medidas com outros ministérios eventualmente implicados”

Testes rápidos que Espanha comprou à China não funcionam

O problema detetado pelas autoridades de saúde espanholas significa que “os testes não são válidos porque dão muitos falsos negativos”, indicam as autoridades de Madrid, os primeiros a receber o primeiro lote de testes rápidos encomendados.

Instituto Ricardo Jorge alerta para testes rápidos ao coronavírus

“Estes testes, quando são utilizados nas pessoas, só detetados IgG ou IgM [anticorpos] entre cerca de sete a dez dias depois da infeção. Não podemos utilizar este tipo de testes como fontes de seleção, para perceber se são positivos ou negativos”, disse Fernando Almeida, do INSA.

“Critério para ligar para o SNS 24 é ter sintomas”, alerta diretora da DGS

“Queremos detetar precocemente casos positivos, esse é o objetivo dos testes. Desde que haja sintomas, deve ligar para a linha, quem for triado como suspeito de ter Covid vai ter acesso ao teste. Não vai ser preciso referir ligação a outro doente nem viagens efetuadas nas últimas semanas, realçou Graça Freitas.

Infografia | Covid-19: ponto de situação em Portugal a 26 de março

Veja aqui a evolução do novo coronavírus em Portugal, já com os novos indicadores disponibilizados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Governo pede redução máxima dos contactos sociais na fase de mitigação

Portugal entrou hoje na fase de mitigação da Covid-19, a mais grave de todas. Cinco mil novos kits de teste já chegaram a Portugal.

Covid-19: DGS anuncia 60 mortes e 3.544 casos confirmados

Os dados divulgados esta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS) indicam a existência de 3.544 casos confirmados e 60 mortes. Existem ainda 43 casos recuperados em Portugal.
Recomendadas

Itália regista 760 óbitos nas últimas 24 horas e um aumento ligeiro no número de casos confirmados

As autoridades de saúde italianas reportaram no relatório desta quinta-feira mais 760 mortes nas últimas 24 horas, mais 33 vítimas mortais do que ontem.

Efacec vai para lay-off durante 30 dias a partir de 6 de abril

A empresa diz que o lay-off será aplicado “transversalmente a todos os níveis da organização”, tanto na modalidade de suspensão de contrato, como da redução temporária do horário de trabalho.

Só vão ser permitidas deslocações na área de residência permanente durante a Páscoa

O decreto do Governo que vai regular o novo período de Estado de Emergência nacional, até 17 de abril, prevê ainda que, nas deslocações de carro, são apenas permitas duas pessoas por veículo, exceto no caso das famílias.
Comentários