Presidentes da Turquia e da Ucrânia discutem “parceria estratégica” entre os dois países

Os dois líderes têm no topo da agenda as relações bilaterais, quando aumentam as tensões no leste da Ucrânia, onde forças governamentais e milícias separatistas apoiadas por Moscovo lutam desde 2014.

Recep Tayyip Erdoğan, presidente Turquia

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, está hoje, dia 10 de abril, de visita a Istambul, onde se encontrará com o seu homólogo turco, Recep Erdogan, para discutirem uma “parceria estratégica” entre os dois países.

Os dois líderes têm no topo da agenda as relações bilaterais, caracterizando-as como de “parceria estratégica”, quando aumentam as tensões no leste da Ucrânia, onde forças governamentais e milícias separatistas apoiadas por Moscovo lutam desde 2014.

Ucrânia e Rússia têm-se acusado mutuamente por responsabilidade direta no aumento da intensidade do conflito e, esta semana, o Kremlin já admitiu que reforçou o contingente militar ao longo da fronteira entre os dois países, provocando reações de preocupação por parte da União Europeia e dos Estados Unidos.

Os presidentes turco e russo conversaram telefonicamente na sexta-feira, abordando a situação na Ucrânia, e o Kremlin informou que o presidente russo Vladimir Putin expressou preocupação com o facto de Kiev estar a retomar “ações provocatórias” nas zonas de confronto.

A Turquia é membro da NATO, mas Erdogan e Putin estabeleceram ultimamente um relacionamento pessoal estreito, selando acordos de energia e comerciais, apesar de estarem em lados opostos de conflitos na Síria e na Líbia.

O gabinete do presidente turco disse ainda que Erdogan e Zelensky discutirão as condições de vida dos tártaros (com ligações étnicas com os turcos), na Crimeia, território da Ucrânia anexado por Moscovo.

Ler mais
Recomendadas

Estudo alerta para incumprimento da Convenção sobre a Diversidade Biológica por países ricos

Esta investigação dedicou-se a analisar as principais causas da perda de biodiversidade mundial e concluiu que é necessária uma “reorganização urgente e profunda” da economia global pós-pandemia da covid-19 para evitar mais danos ambientais.

Itália regista 6.946 novos casos num dia e aumenta pressão para aliviar restrições

A Itália registou 6.946 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, divulgaram hoje as autoridades italianas, numa altura em que aumenta a pressão política para o governo de Mario Draghi aliviar as restrições ainda em vigor no país.

Espanha regista 4.941 novos casos e 205 mortes em 24 horas

A Espanha registou 4.941 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 3.586.333 o total de infetados até agora, mantendo o índice de contágios a sua tendência para baixar, segundo o Ministério da Saúde espanhol.
Comentários