“Problemas de qualidade”. Maior fábrica do mundo de Kinder e Nutella suspende produção

A empresa adianta que a suspensão temporária é uma medida de precaução para permitir novas investigações.

O grupo italiano Ferrero interrompeu temporariamente as atividades na maior fábrica de produção de Nutella do mundo, devido a um problema de qualidade que surgiu esta semana.

Localizada na região francesa da Normandia, a fábrica produz um terço de todos os potes de Nutella vendidos globalmente, segundo o site da empresa.

Esta semana, “depois de analisar os resultados de uma das verificações de qualidade na nossa fábrica de Villers-Écalles, encontramos um defeito de qualidade num dos ingredientes semi-prontos usados na produção dos nossos produtos de Nutella e Kinder Bueno”, explicou a Ferrero em comunicado, citado pela Reuters.

A empresa acrescentou que a suspensão temporária foi uma medida de precaução para permitir novas investigações.

“Por enquanto, podemos dizer que nenhum dos nossos produtos já em mercado foi afetado pela situação e que o fornecimento aos nossos clientes continua ininterrupto”, afirmou a Ferrero.

A empresa avançou ainda que vai tomar medidas preventivas quando o resultado da investigação se tornar conhecido, no início da próxima semana.

A Ferrero, que também produz bombons Ferrero Rocher e ovos de chocolate Kinder, anunciou esta quarta-feira vendas de 10,7 mil milhões de euros previstas até 30 de agosto.

Ler mais
Recomendadas

A organização orientada ao cliente

Para ser orientada ao cliente, uma empresa não precisa de criar novas competências técnicas, apenas de se reorganizar para criar vantagens competitivas sustentáveis face à concorrência.

PremiumTomás Correia impugna condenação do Banco de Portugal

O atual presidente da Associação Mutualista Montepio Geral entregou no fim de maio no Tribunal de Santarém a ação de impugnação do processo de contraordenação que aplicou uma multa de 1,25 milhões. O Jornal Económico sabe a juíza aceitou a ação de impugnação e, “ao contrário do Ministério Público vai chamar testemunhas”, diz fonte conhecedora do processo.

Lista secreta de devedores da banca deverá ser hoje divulgada de forma agregada, sem nomes e créditos individuais

Só deverão ser divulgados dados agregados, não individualizando devedores e respectivas operações dos sete bancos que receberam ajudas públicas nos últimos 12 anos. Valor total de créditos concedidos e valor agregado de perdas deverão ser hoje conhecidos.
Comentários