Produção da EDP Renováveis recuou 5% em 2020

A Europa registou uma queda de 15%, com a América do Norte a ter uma subida de 6%. Com 12,2 gigawatts de capacidade instalada, a EDP Renováveis tem atualmente 2,3 GW de nova capacidade em construção: 1.648 MW de eólico em terra, 404 MW de solar fotovoltaico e 269 em participações em projetos offshore.

A produção da EDP Renováveis recuou 5% em 2020 face a 2019 para 28.537 gigawatts hora (GWh).

A produção na Europa recuou 15% durante o ano passado, enquanto que a produção na América do Norte subiu 6%. Na Europa, o recuo da produção deveu-se à venda de ativos de 997 megawatts e de um menor recurso eólico. Já na América do Norte, o aumento de produção deveu-se ao aumento da capacidade.

Por países, a produção recuou em Espanha (-18%), Portugal (-17%), Brasil (-38%) e México (-2%), enquanto que subiu nos EUA (6%) e Canadá (12%).

Por mercados, a operação na América do Norte gerou 61% da produção total, seguida da Europa com 35% e do Brasil com 4%.

Em termos de compra de ativos, a EDP Renováveis adicionou um total de 1.580 megawatts (MW) desde o final de 2019 ao seu portefólio, incluindo 486 megawatts que pertenciam à Viesgo em Espanha.

Em Portugal, foram acrescentados 10 megawatts da central eólica marítima do projeto Windplus.

A companhia gere atualmente um portefólio de 12,2 gigawatts (GW): 5 GW na Europa, 6,7 GW na América do Norte e 0,4 no Brasil.

Atualmente, a elétrica tem 2,3 gigawatts de nova capacidade em construção: 1.648 MW de eólico em terra, 404 MW de solar fotovoltaico e 269 em participações em projetos offshore.

Em Portugal, conta com 135 MW em construção de eólico em terra.

Ler mais
Recomendadas
catarina_martins_oe_2020

Covid-19: Catarina Martins faz um apelo a Costa para que estenda já as moratórias

“Deixo aqui hoje este apelo a António Costa: não espere que seja tarde demais, não espere pelo início dos despejos e das falências. As moratórias têm de ser estendidas já”, num comício maioritariamente virtual que assinalou o encerramento da conferência autárquica online e os 22 anos do BE, que comemora no domingo a sua fundação.

TAP. Ratificação dos acordos com pilotos e tripulantes era “passo crucial”, diz o Governo

“Porque estes acordos representam um compromisso muito firme de todos com o futuro da companhia, dão ainda mais credibilidade ao plano de reestruturação que o Estado português continuará a negociar com a Comissão Europeia ao longo das próximas semanas”, sublinhou o Ministério das Infraestruras e da Habitação.

Serviços postais caem 12,4% mas tráfego de encomendas dispara 20% em 2020

Tráfego total dos serviços postais caiu 12,4% em 2020, uma quebra que “está associada aos efeitos da pandemia da Covid-19” e que foi “mais expressiva” do que o recuo verificado em 2019 (-6,7%). A pandemia terá tido “um impacto direto, negativo, de 9,8% no tráfego postal total”.
Comentários