Professora da UMinho vai liderar Sociedade Portuguesa para a Educação em Engenharia até 2022

Filomena Soares leciona no Departamento de Eletrónica Industrial da Escola de Engenharia e investiga no Centro Algoritmi. Na SPEE está acompanhada de Rosa Vasconcelos, do mesmo departamento, que preside à assembleia-geral.

Filomena Soares, professora da Universidade do Minho, vai conduzir os destinos da Sociedade Portuguesa para a Educação em Engenharia (SPEE) até 2022. A sociedade junta a maioria das escolas de engenharia do ensino superior, a Ordem dos Engenheiros e mais de 200 profissionais do setor, sendo uma referência académica e social na área.

Licenciada em Engenharia Química, mestre em Engenharia Eletrotécnica e Computadores e doutorada em Engenharia Química pela Universidade do Porto, Filomena Soares leciona no Departamento de Eletrónica Industrial da Escola de Engenharia da Universidade do Minho desde 1992 e e investiga no Centro Algoritmi.

Aí trabalha no desenvolvimento de  tecnologia para cidadãos com limitações cognitivas ou motoras, desde robôs sociais a jogos sérios, mas também formatos de ensino híbrido, como laboratórios virtuais, ou ainda sistemas de controlo de processos biotecnológicos e industriais.

Confiante, diz encarar o cargo com orgulho e responsabilidade, sublinhado: “A SPEE pode e deve ser a alavanca nacional de promoção da Educação em Engenharia e contribuir para a construção de um mundo mais sustentável e equitativo, com espaços de discussão, formações, seminários e acesso a sociedades congéneres, sempre com a participação dos sócios”.

Filomena Sares é a primeira pessoa da Universidade do Minho a presidir a esta sociedade. Na agenda tem seis objetivos principais: acentuar a divulgação, dinamizar grupos de trabalho, promover a gestão interna, apoiar conferências, promover o II Encontro de Dirigentes de Instituições de Ensino de Engenharia e o II Fórum de Desenvolvimento da Educação em Engenharia e, ainda, afirmar a internacionalização.

A Sociedade Portuguesa para a Educação foi criada em 2010, é membro da Federação Internacional de Sociedades de Educação em Engenharia e quer intensificar laços com a Sociedade Europeia para a Educação em Engenharia, a Associação Brasileira de Educação em Engenharia e a rede no Reino Unido/Irlanda, entre outras.

A assembleia-geral da SPEE é presidida por Rosa Vasconcelos, também professora da Escola de Engenharia da Universidade do Minho.

Ler mais
Recomendadas

Torres Vedras vai ter ensino superior em saúde. Polo abre no próximo ano com mestrado em Enfermagem Médico-cirúrgica

O antigo edifício dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento da cidade torreense vai albergar o novo polo do IPLeiria, considerado de grande importância para a escolha da localização do futuro Hospital do Oeste.

Colégios privados reservam-se ao direito de darem aulas online durante pontes dos feriados

A Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP) emitiu um comunicado a esclarecer que os colégios privados estão no seu direito de darem aulas online nos dias que antecedem os feriados, apesar da proibição das escolas abrirem fisicamente.

UAveiro impulsiona mudança de hábitos e distribui 239 bicicletas a alunos, professores e funcionários

O projeto, pioneiro em Portugal, é lançado esta segunda-feira, 23 de novembro, e, segundo o reitor Paulo Jorge Ferreira, permite que se façam menos 16 mil quilómetros de carro. Um contributo para um ar mais limpo.
Comentários