Projeto de 2 milhões de euros quer tornar ciclo de vida de transformadores de potência mais sustentável

Investigador do INESC TEC, explicou hoje que o projeto, intitulado Transformer 4.0, pretende, através do desenvolvimento de uma plataforma digital, contribuir para a sustentabilidade económica e ambiental da produção e operação dos transformadores de potência. 

Investigadores do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) integram um projeto, financiado em dois milhões de euros, que visa tornar mais sustentável e eficiente a produção e operação dos transformadores de potência.

Em declarações à agência Lusa, António Lucas Soares, investigador do INESC TEC, explicou hoje que o projeto, intitulado Transformer 4.0, pretende, através do desenvolvimento de uma plataforma digital, contribuir para a sustentabilidade económica e ambiental da produção e operação dos transformadores de potência.

“A indústria está a evoluir e é fundamental que estes transformadores sejam mais eficientes para ir ao encontro de todas as exigências ambientais”, disse o investigador, acrescentando que, para tal, a equipa vai basear-se no conceito de ‘digital twin’, abordagem que tem vindo a ser aplicada em áreas como da construção, automóvel e saúde.

A plataforma digital, que permite obter dados em tempo real através de sensores, vai dar informação direta, assim como “indicações mais inteligentes”, sobre o que se poderá vir a passar no transformador de potência, “algo que será muito importante, por exemplo, para as questões de manutenção” destes equipamentos.

“Um dos aspetos mais imediatos deste projeto é fazer com que esta nova forma de desenvolver e gerir os transformadores de potencia, gerir o seu ciclo de vida, se torne bastante mais eficiente e permita uma sustentabilidade económica mais interessante”, referiu o investigador.

António Lucas Soares acrescentou ainda que os resultados deste projeto podem vir a “facilitar e promover a gestão integral” destes equipamentos, bem como a criação de novos modelos de negócio com base nos dados gerados.

Além do INESC TEC, integram este projeto com uma duração três anos a Efacec, o Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial (INEGI) e o Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Cofinanciado em dois milhões de euros pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através dos programas Compete2020, Norte2020 e pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), o Transformer 4.0 é um dos quatro projetos da parceria internacional MIT Portugal nas áreas de Digital Transformation in Manufacturing and Sustainable Cities.

Recomendadas

5G: Nowo já pediu estabelecimento de acordos de ‘roaming’

De acordo com o regulamento, os operadores vão ter de chegar a acordo entre eles e têm 45 dias para o fazer, caso tal não aconteça podem recorrer à Anacom para arbitrar o processo.

Grupo FNAC investe 300 mil euros e abre primeira loja de bem-estar e sustentabilidade em Portugal

A insígnia abrange aromaterapia, chás e infusões, entre outros. “Pretende inspirar a fazer essa mudança. Traz consigo o propósito de criar um mundo melhor, apelando a um modo de vida mais consciente, mais próximo da natureza, com foco no bem-estar e no respeito pelo planeta”, garante ao JE o diretor geral, Nuno Luz.

CEO da Apple assinou “acordo secreto” de 275 mil milhões de dólares com oficiais chineses para continuar a operar no país

Em 2016, os executivos da Apple ficaram alarmados com as ameaças do governo chinês contra recursos como Apple Pay, iCloud e App Store, o que levou Cook a realizar uma série de reuniões secretas com autoridades de Pequim.
Comentários