Projeto ‘Go Jelly’ representa 6 milhões de euros para a Madeira

O presidente do executivo da Madeira salientou a Região como tendo dos centros mais avançados de aquacultura do país e alertou para o perigo da monocultura referindo que é importante existir diversificação.

O presidente do executivo madeirense, Miguel Albuquerque, acompanhou esta segunda-feira o lançamento do projeto ‘Go Jelly: A Gelatinous Solution to Plastic Pollution’, que representa 6 milhões de euros de verbas ao abrigo do programa Horizonte 2020.

Albuquerque referiu que o projecto ‘Go Jelly’ é uma “investigação pioneira” em cooperação com vários países em que através das alforrecas e do material gelatinoso se pode encontrar uma solução para combater “os microorganismo plásticos” que são das principais ameaças de poluição no atlântico.

Este projeto tem também outra vertente, em que a Madeira aplica 400 mil euros, em que se aproveita as alforrecas e se transforma esses animais para fins “químicos, medicinais, ou de alimentação”, explica Albuquerque.

“Estamos a ter um crescimento exponencial na aquacultura na Madeira”, realça o governante mas no entanto alertou para não se cair “na monocultura” que pode trazer problemas a médio e longo prazo. “É fundamental existir diversificação”, reforça Albuquerque.

Recomendadas

JPP acredita que Governo “está no bom caminho” seguindo os seus conselhos

O líder parlamentar do JPP, aproveitou a ocasião para questionar sobre documentos solicitados pelo partido, que ainda estão por entregar. Élvio Sousa refere-se a pareceres económicos de transporte marítimo da Universidade Católica e outros relatórios de concessão de serviços públicos de transporte de passageiros entre a Madeira e o Continente, bem como relatórios do Porto do Funchal.

Governo lança selo para comemorar os 20 anos da Floresta Laurissilva

O grupo proprietário do Centro Comercial La Vie, Wider Property, associou-se a estas comemorações, através do seu projeto de sustentabilidade ambiental “Go Green”. Presta uma homenagem à floresta nativa da Madeira, divulgando e promovendo esta iniciativa no seu espaço comercial.
Comentários