PRR e React-EU contribuem com 200 milhões de euros para o Orçamento da Madeira

Em 2022 deve chegar à Madeira por via do Plano de Recuperação de Resiliência (PRR) 154,9 milhões de euros e 45,5 milhões através do React-EU.

O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e o React-EU contribuem com 200 milhões de euros, conforme consta da proposta de Orçamento Regional, para 2022, apresentada por Rogério Gouveia, secretário regional das Finanças.

No PRR serão 154,9 milhões de euros que devem chegar à região em 2022. Serão alocados 43,8 milhões de euros para o reforço da oferta de habitação, mais 34,8 milhões de euros para o fortalecimento do Serviço Regional de Saúde, mais 23,5 milhões para a potenciação da eletricidade renovável, mais 19 milhões de euros para a transição digital da administração pública, mais 15,7 milões de euros para o fortalecimento das respostas sociais, e 18,1 milhões estão em outros.

No React-EU serão 45,5 milhões de euros. 12 milhões de euros vão para o incentivo à liquidez – APOIAR, 7,8 milhões de euros para infraestruturas e equipamentos sociais e de saúde, 7,7 milhões de euros para integração de adultos no mercado de trabalho, 6,9 milhões de euros para a eficiência energética nas infraestruturas públicas, quatro milhões de euros para a qualificação e inovação das PME – Sistema de Incentivos, e 7,1 milhões estão em outros.

Recomendadas

Covid-19: Açores exigem teste negativo à chegada a passageiros do estrangeiro

Quanto aos passageiros provenientes do continente ou da Madeira, vão ter de apresentar o certificado digital de vacinação ou recuperação da Covid-19 ou, no caso de não terem nem um nem outro, um teste negativo realizado até 72 horas antes do embarque para os Açores.

Covid-19: Albuquerque considera desnecessário aplicar medidas do continente (com áudio)

Desde 27 de novembro, segundo uma resolução do executivo madeirense, pode ser exigido na região teste antigénio negativo, com validade semanal, em alguns casos cumulativamente com certificado de vacinação contra a Covid-19, para acesso a vários espaços abertos e fechados, como restaurantes e ginásios.

Câmara do Funchal disponibiliza testes de antigénio a comerciantes do Mercado dos Lavradores

A testagem será feita através do protocolo já existente com os Serviços Médicos de Urgência, que compreende um stand de testes de antigénio aos visitantes do Mercado dos Lavradores.
Comentários