PS considera que acordo entre PSD e CDS-PP “é frágil” e não representa vontade de mudança na Madeira

Para Paulo Cafôfo com o PSD e CDS-PP teremos “Teremos mais do mesmo” com as “mesmas desigualdades e os mesmos vícios”, o que no entender de Cafôfo “não augura nada de bom”.

O PS considera que o acordo entre PSD e CDS-PP para formação de Governo na Madeira é frágil e não consubstancia uma vontade de mudança nem uma alternativa de políticas governativas.

“Teremos mais do mesmo, as mesmas desigualdades, os mesmos vícios e, por isso, não auguro nada de bom”, afirmou Paulo Cafôfo, num encontro que marcou o início do ano parlamentar para os socialistas madeirenses.

“Estamos concentrados no trabalho parlamentar, mas também estamos preparados para construir uma alternativa sólida e estável de um futuro governo da Região”, reforçou Cafôfo.

Cafôfo referiu ainda que os socialistas vão manter uma postura construtiva de modo a que se eleve a qualidade do debate e a produção legislativa.

Entre as áreas prioritárias para o PS vai estar a saúde.

PS quer aprofundamento da autonomia

O cabeça-de-lista do PS pela Madeira nas eleições legislativas, Carlos Pereira, defendeu um reforço dos mecanismos da autonomia de modo a que a região tenha instrumentos que permita decidir o seu próprio destino.

O candidato socialista considerou que a tarefa de aprofundamento da autonomia da região não é uma tarefa fácil, e que por isso é “essencial” o PS reforce a sua força na Assembleia da República.

Este reforço permite que haja um “largo consenso” na Assembleia da República para aprofundar a autonomia da Madeira, considerou Carlos Pereira.

O candidato socialista acredita que com uma representação parlamentar forte é possível garantir que muitos dos dossiers ligados à Madeira são aprovados.

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/madeira-eleicoes-regionais-2019/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”1113″ slug=”madeira-eleicoes-regionais-2019″ thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/madeira-eleicoes-regionais-2019/thumbnail?version=1569314699963&locale=pt-PT&publisher=www.jornaleconomico.sapo.pt” mce-placeholder=”1″]

Recomendadas
Provedor do Animal RAM

Madeira: Animais errantes e níveis de esterilização são os principais problemas diagnosticados pelo Provedor do Animal

O Provedor do Animal vai fazer uma recomendação à Associação de Municípios da Região Autónoma da Madeira (AMRAM), de onde destaca a não recomendação de canis intermunicipais.

Presidente cessante da Câmara do Funchal admite ser difícil assumir-se vereador

Miguel Silva Gouveia mencionou, após ter realizado na segunda-feira o último ato oficial, que tem, na hora de abandonar o cargo, uma “sensação ambivalente”.

Madeira: Tarifa social da água é competência dos municípios, defende PSD

Nuno Maciel garantiu que a Águas e Resíduos da Madeira (ARM), que tem a gestão das águas e resíduos em cinco dos onze concelhos, está a estudar este assunto e vai propor solução aos  municípios aderentes.
Comentários