PSA Sines oferece bónus salarial de 300 euros aos trabalhadores em março

Para que as famílias tenham mais tempo para se adaptarem a esta nova realidade, a gestora do terminal de contentores do porto de Sines adiou para o processamento salarial de abril o desconto associado aos que optaram por acionar a ausência por motivo de encerramento de escolas.

A PSA Sines, empresa responsável pela gestão do terminal de contentores do porto de Sines (Terminal XXI), decidiu atribuir um bónus salarial de 300 euros a cada um dos seus cerca de mil trabalhadores no ordenado referente a março, apurou o Jornal Económico.

De acordo com uma nota interna do departamento de recursos humanos da PSA Sines, a que o Jornal Económico teve acesso, o diretor geral da empresa, Gobu Selliaya, deu indicações para que fosse “adicionado ao processamento salarial deste mês o valor individual de 300 euros aos mais de mil colaboradores do Terminal XXI, na esperança de que esta  medida possa ajudar a fazer face a alguns dos constrangimentos imediatos diretos e indiretos provocados por esta pandemia”.

“De igual modo, e para que as famílias tenham mais tempo para se adaptarem a esta nova realidade, adiámos para o processamento salarial de abril o desconto associado aos que optaram por acionar a ausência por motivo de encerramento de escolas”, adianta a referida nota interna a que o Jornal Económico teve acesso.

O mesmo documento revela ainda que a PSA Sines decidiu atribuir um donativo à Santa Casa da Misericórdia de Sines, em nome de todos os seus colaboradores, que “vai permitir a esta instituição um espaço próprio/adequado para o caso de ser necessário ativar ‘quarentena’ dentro das suas próprias instalações”.

“Este é sem dúvida o momento de todos estarmos à altura da ocasião ajudando onde/como podemos e mantendo ao máximo a estabilidade de uma empresa que é responsável por garantir a sustentabilidade de inúmeras famílias na região (direta e indiretamente), ao mesmo tempo que desempenha um papel importante na manutenção das rotas de abastecimento (atividade igualmente crítica nos dias que correm)”, conclui a referida nota interna da PSA Sines.

 

 

Ler mais
Recomendadas

Efacec vai para lay-off durante 30 dias a partir de 6 de abril

A empresa diz que o lay-off será aplicado “transversalmente a todos os níveis da organização”, tanto na modalidade de suspensão de contrato, como da redução temporária do horário de trabalho.

Serão os jogadores a pagar a crise no futebol português? Amanhã há ‘Jogo Económico

Numa crise sem precedentes, alguns dos clubes mais poderosos do mundo já anunciaram cortes significativos nos salários. Como será em Portugal? Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol, é o convidado do programa ‘Jogo Económico’ que vai para o ar esta sexta-feira.

Parlamento quer ouvir Miguel Frasquilho sobre lay-off da TAP a 14 de abril

Assembleia da República aprovou por unanimidade a proposta do Bloco de Esquerda para ouvir, “com carácter de urgência”, o presidente do Conselho de Administração da TAP sobre a situação atual da empresa e a política laboral e comercial.
Comentários