PSD questiona Governo sobre fundo de recuperação

“Se recuperarmos as palavras do ministro da Economia, que referiu que fundo perdido hoje são os impostos de amanhã, diria que não pode haver maior contradição quando António Costa vai a Bruxelas pedir o fundo de recuperação para Portugal”, lembrou Nuno Miguel Carvalho, deputado do PSD.

Miguel A. Lopes / Lusa

O deputado do PSD, Nuno Miguel Carvalho, questionou o ministro do Planeamento Nelson de Souza sobre o fundo de recuperação proveniente da Europa, durante a reunião plenária que decorreu esta quinta-feira. “Quando vão cá chegar os apoios do Conselho Europeu? Vão chegar a tempo?”, questionou o deputado.

“Se recuperarmos as palavras do ministro da Economia, que referiu que fundo perdido hoje são os impostos de amanhã, diria que não pode haver maior contradição quando António Costa vai a Bruxelas pedir o fundo de recuperação para Portugal”, lembrou Nuno Miguel Carvalho.

“Precisamos que o fundo de recuperação vindo da Europa, que este dinheiro que temos para apoiar a nossa economia a fundo perdido, seja rápido e certo. A falta de liquidez hoje será um problema maior amanhã, fará com que, quando a economia abrir perspetivas aos exportadores, estes não tenham capacidade de abrir portas”, advertiu o deputado do PSD.

Nuno Miguel Carvalho referiu também os processos de licenciamento e afirmou que “se estes não forem efectivamente executados, os custos serão elevados para as empresas”.

 

Relacionadas

PSD propõe “prémio de desempenho” para profissionais do SNS no valor de 50% do salário mensal

A bancada do PSD sugere ainda uma compensação ao nível do gozo de férias como reconhecimento pelos “altos e relevantes serviços prestados a favor do bem comum”.
António Costa e Mário Centeno

António Costa segura Mário Centeno no Governo e reafirma “confiança pessoal e política”

Primeiro-ministro e ministro das Finanças estiveram reunidos num encontro de emergência esta noite em São Bento. Depois do agudizar da polémica em torno do Novo Banco, Mário Centeno mantém-se no cargo, com a “confiança pessoal e política” de António Costa. “Falha de informação atempada ao primeiro-ministro” sobre o Novo Banco ficou esclarecida.
Recomendadas

Chegou a vacina da Janssen. Portugal vai receber 800 mil doses em abril, revela Marques Mendes

O comentador falou ainda sobre o estado de emergência, que deve ser renovado esta quarta-feira, permitindo ao Governo avançar para a terceira fase de desconfinamento, mas provavelmente com maior cuidado em certos locais, nomeadamente confinamentos em concelhos onde a situação é grave.

PCP diz que diversificação na compra de vacinas é “uma exigência inadiável”

O secretário-geral do PCP considerou este sábado que a diversificação da compra de vacinas contra a covid-19 defendida pelo partido “tornou-se uma exigência inadiável”, lamentando que o ritmo de vacinação esteja mais limitado pela situação da AstraZeneca.

SEF deteta 15 comprovativos de testes falsificados

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras detetou, no ponto de passagem autorizado de Vila Verde da Raia, no concelho de Chaves, 15 comprovativos de testes à covid-19 que tinham sido falsificados, foi este sábado anunciado.
Comentários