PSI 20 acompanha Europa em queda, numa sessão marcada pela EDP e EDP Renováveis

Sessão é marcada pela performance das empresas do grupo EDP, que regressaram à negociação esta manhã, depois de a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários ter suspendido transações das ações da EDP e da EDP Renováveis, na segunda-feira.

O principal índice bolsista português (PSI 20) perde 0,36%, para 4391,63 pontos, em linha com as principais praças europeias, esta terça-feira, 7 de julho, depois dos ganhos generalizados nos principais índices na última sessão.

No PSI 20, apenas três empresas cotadas valorizam e as restantes negoceiam em terreno negativo. A sessão é marcada pela performance das empresas do grupo EDP, que regressaram à negociação esta terça-feira, depois de a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) ter suspendido transações  das ações da EDP e da EDP Renováveis, devido à suspensão de funções dos respetivos presidentes executivos das empresas.

Os títulos tinham sido suspensos na tarde de segunda-feira, ainda antes do fecho da sessão, devido à decisão do juiz Carlos Alexandre de agravar as medidas de coação do presidente executivo da EDP, António Mexia, e do presidente executivo da EDP Renováveis, João Manso Neto, suspendo os dois gestores das suas funções.

Em causa está um processo judicial, ainda em fase de inquérito, que incide sobre um alegado favorecimento da EDP através da obtenção de supostas contrapartidas em cerca de 1,2 mil milhões de euros.

Já depois do encerramento da sessão bolsista de segunda-feira, tanto a EDP como a EDP Renováveis, comunicaram à CMVM a substituição dos dois CEO por gestores interinos. Na EDP, Mexia foi substituído pelo até agora administrador financeiro Miguel Stilwell d’Andrade. Já na EDP Renováveis, coube a Rui Teixeira assumir interinamente a liderança da cotada.

A EDP Renováveis perde 0,94%, para 4,30 euros. Já a EDP negoceia em alta, 1,59% para 12,74 euros.

As perdas do BCP (-1,36%) e Galp Energia (-1,04) também contribuem para a negociação em queda do PSI 20.

Ler mais

Recomendadas

PremiumRisco de continuidade do negócio é o mais relevante para as empresas

Um estudo da MDS revela que a possibilidade de recuperação em ‘V’ é, do lado das empresas, uma miragem: um a três anos é o tempo mínimo esperado de regresso à atividade pré-pandemia.

Wall Street fecha semana com ganhos ligeiros. Nasdaq reflete dados da criação de emprego

O Nasdaq Composite registou a única queda da sessão: 0,87% para 11,010.98 pontos. Foi a maior vítima da sessão de uma conjugação de fatores: a criação de empregos nos EUA e a negociação do pacote de estímulos fiscais.

Aumento de capital da EDP não anima investidores. PSI-20 encerra no ‘vermelho’

O PSI-20 fecha a sessão de hoje a desvalorizar 0,25% para 4.362,62 pontos à boleia da EDP que desvaloriza 0,73% depois de ter completado o aumento de capital que vai financiar a compra da espanhola Viesgo.
Comentários