PSI 20 inicia última sessão do mês no vermelho. Energia e retalho pressionam bolsa nacional

Entre as principais praças europeias, o alemão DAX ganha 0,42%, o britânico FTSE 100 soma 0,04% e o Euro Stoxx 50 sobe 0,25%.. Já o francês CAC 40 perde 0,01% e o espanhol IBEX 35 desliza 0,07%.

A bolsa portuguesa iniciou a última sessão do mês de agosto em terreno negativo. Esta terça-feira, o principal índice bolsista português (PSI 20) perde 0,06%, para 5.335,91 pontos.

Entre as principais praças europeias, o alemão DAX ganha 0,42%, o britânico FTSE 100 soma 0,04% e o Euro Stoxx 50 sobe 0,25%.. Já o francês CAC 40 perde 0,01% e o espanhol IBEX 35 desliza 0,07%. Os investidores estão focados nos dados estatísticos sobre a economia, como a estimativa rápida sobre a inflação na zona euro,  que vão sair esta terça-feira.

Na bolsa portuguesa, a Galp Energia e a EDP Renováveis são os pesos pesados que mais penalizam o PSI 20. A energética cai 0,37%, para 21,40 euros, enquanto a petrolífera nacional desce 0,16%, para 8,618 euros. Note-se que a Galp acompanha a tendência do mercado petrolífero, onde o Brent recua 0,14%, para 72,14 dólares, e o WTI perde 0,13%, para 69,12 dólares.

As perdas na praça nacional são lideradas, contudo, pelas retalhistas Sonae, que cai 0,54%, para 0,9155 euros, e Jerónimo Martins, que cai 0,42%, para 17,945 euros. As perdas do BCP (-0,39%) e da Corticeira Amorim (-0,17%) também estão a pressionar a praça nacional.

No mercado cambial, o euro aprecia 0,25% face ao dólar, para 1,1827 dólares. Na relação com a libra, a moeda da única da zona euro aprecia 0,05%, para 0,8577 libras. A libra aprecia 0,22% face ao dólar, para 1,3788 dólares.

Recomendadas

Fundos ESG ainda têm muito espaço para crescer em Portugal

No ano passado, a maioria das subscrições de fundos ESG foram feitas por pessoas singulares (99,2%), segundo os dados da CMVM, que mostram que as subscrições líquidas se revelaram nos quatro últimos anos, apesar de 2020 ter apresentado uma diminuição de 75% face a 2019.

Wall Street fecha em alta primeira semana de resultados trimestrais

O sector financeiro arrancou mais uma época de resultados trimestrais com lucros que superaram as expectativas do mercado, impulsionando os três principais títulos norte-americanos a ganhos na semana.

PremiumMinutas da Fed sinalizam ‘tapering’ em novembro

Reserva Federal norte-americana sinalizou início do ‘tapering’ no próximo mês. Inflação pressiona ações. Começou a apresentação de resultados nos Estados Unidos.
Comentários