PSI-20 inverte tendência de abertura e encerra em terreno positivo com subida do BCP

Entre os destaques nas cotadas segue-se a Galp Energia, que encerra a sessão desta quinta-feira a subir 1,10% para os 8,418 e a REN, que fecha o dia a ganhar 0,63% para os 2,40 euros.

A bolsa de Lisboa encerrou a sessão desta quinta-feira em terreno positivo, invertendo a tendência de abertura e em sintonia com as congéneres europeias. Na bolsa portuguesa, destaque para as cotadas Banco Comercial Português (BCP), Galp e a REN que puxam o índice português para o ‘verde’. O principal índice bolsista português (PSI 20) subiu 0,39%, para 5.132,02 pontos.

“Os principais índices de ações europeus encerraram em alta na sua generalidade. O sector de viagens e lazer liderou os ganhos, no dia em que recebeu a informação de que o Reino Unido vai flexibilizar as regras de quarentena, aliviando as restrições para viajantes de vários países, incluindo França”, comenta Ramiro Loureiro, analista de mercados do Millennium bcp.

Na bolsa portuguesa, destaque para o BCP, que liderou os ganhos com as ações a valorizarem 1,64% para os 0,1237 euros, seguindo-se a Galp, que encerra a sessão a subir 1,10% para os 8,418 e a REN, que fecha o dia a ganhar 0,63% para os 2,40 euros.

Entre as principais praças europeias, o francês CAC 40 subiu 0,52%, o alemão DAX valorizou 0,33%, o espanhol IBEX 35 avançou 0,50%. O britânico FTSE 100 também encerra a sessão no ‘vermelho’ a perder 0,02%.

O preço do petróleo está a subir nos dois lados do atlântico. Em Nova Iorque, o WTI aumenta 1,16% para os 68,94 dólares por barril, enquanto o Brent valoriza 1,15% para os 71,19 dólares em Londres.

No mercado cambial, o euro aprecia 0,03% face ao dólar norte-americano, nos 1,1839 dólares.

Recomendadas

Wall Street encerra semana no ‘vermelho’ em anticipação à reunião da Fed

Em relação ao preço do barril de petróleo, em Nova Iorque, o WTI diminui 0,74% para os 72.02 dólares por barril, enquanto o Brent desvaloriza 0,38% para os 75.38 dólares em Londres.

PremiumBancos centrais e dados económicos levam a queda das ações

Investidores mostram-se cautelosos face ao impacto e evolução da pandemia, assim como com as indicações dos bancos centrais.

CMVM renova suspensão da negociação das ações da Orey Antunes

As ações da Orey Antunes vão continuar suspensas porque a empresa em PER não apresentou as contas dentro dos prazos legais.
Comentários