PSI-20 sobe 1,4% em junho mas fica abaixo do valor registado no ano passado

A EDP (12,71%), a Galp (11,98%) e a EDP Renováveis (11,07%) foram os emitentes com maior representatividade no índice, segundo a análise da CMVM.

Em junho, o índice PSI-20 encerrou nos 4.390,25 pontos, mais 1,4% do que em maio e menos 14,5% do que no período homólogo de 2019, de acordo com os dados da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). A EDP (12,71%), a Galp (11,98%) e a EDP Renováveis (11,07%) foram os emitentes com maior representatividade no índice, segundo esta análise.

A CMVM adianta que a volatilidade do índice foi de 22,12%, abaixo dos 25,66% fixados no mês anterior e acima dos 13,26% registados em igual período do ano passado.

A capitalização bolsista da Euronext Lisbon totalizou 212.742,2 milhões de euros, menos 5.581,0 milhões (ou 2,6%) do que no mês anterior e mais 2,5% do que no período homólogo, revela o regulador dos mercados financeiros.

O segmento acionista do mercado regulamentado aumentou 0,7% para 61.024,9 milhões de euros e o segmento obrigacionista decresceu 3,5% para 148.683,6 milhões de euros.

O valor das transações efetuadas no mercado secundário a contado totalizou 2.678,3 milhões de euros, mais 119,3 milhões (4,7%) do que em maio e mais 493,3 milhões (22,6%) do que em junho de 2019. Na Euronext Lisbon, o volume de transações situou-se em 2.678,0 milhões de euros, o que representa uma subida mensal de 6,1% e um acréscimo homólogo de 27,9%.

Já no mercado da dívida pública, isto é, no MTS Portugal, o volume transacionado sobre títulos de dívida totalizou 5.226,0 milhões de euros em junho, o que representa uma subida mensal de 20,9%, com as transações sobre Obrigações do Tesouro a decrescerem 19,3% e sobre os Bilhetes do Tesouro a aumentarem 61%.

O valor sob gestão dos organismos de investimento coletivo em valores mobiliários e fundos de investimento alternativo subiu 1,5% em maio face a abril, para 12.287,7 milhões de euros.

Nos fundos de investimento imobiliário e fundos especiais de investimento imobiliário, o montante recuou 0,3% para 10.442,7 milhões de euros, segundo os dados da CMVM.

 

Ler mais

Recomendadas

PremiumRisco de continuidade do negócio é o mais relevante para as empresas

Um estudo da MDS revela que a possibilidade de recuperação em ‘V’ é, do lado das empresas, uma miragem: um a três anos é o tempo mínimo esperado de regresso à atividade pré-pandemia.

Wall Street fecha semana com ganhos ligeiros. Nasdaq reflete dados da criação de emprego

O Nasdaq Composite registou a única queda da sessão: 0,87% para 11,010.98 pontos. Foi a maior vítima da sessão de uma conjugação de fatores: a criação de empregos nos EUA e a negociação do pacote de estímulos fiscais.

Aumento de capital da EDP não anima investidores. PSI-20 encerra no ‘vermelho’

O PSI-20 fecha a sessão de hoje a desvalorizar 0,25% para 4.362,62 pontos à boleia da EDP que desvaloriza 0,73% depois de ter completado o aumento de capital que vai financiar a compra da espanhola Viesgo.
Comentários