PSI-20 volta a subir em contraciclo com a Europa. Jerónimo Martins lidera subidas

Nove das 18 cotadas do PSI-20 terminaram a sessão em alta e nove encerraram em baixa. Na subidas destaque para a Jerónimo Martins que avançou mais de 3%. Mas também para a EDP Renováveis, Mota-Engil e REN com subidas de cerca de 1,8%. Nas quedas o destaque vai para o BCP que perdeu 1,19% e para a Ibersol que corrigiu em baixa caindo quase 9%.

Reuters

A Bolsa de Lisboa voltou a fechar no verde, tendo o PSI-20 subido 0,54% para 4.476,47 pontos. A EDP Renováveis continua a dar cartas, desta vez subiu +1,82% para 13,40 euros. Mas também a Mota-Engil avançou +1,83% para 1,226 euros e a REN ganhou +1,83% na sessão para 2,505 euros.

Mas a maior subida coube à Jerónimo Martins, que valorizou +3,07% para 15,28 euros. Na sessão a EDP também valorizou +0,66% para 4,55 euros, mas menos que a sua subsidiária.

A liderar as perdas, num movimento de correção, esteve a Ibersol que caiu -8,78% para 5,82 euros e o BCP que liderou as quedas nas blue-chips ao perder -1,19% para 0,1077 euros. Isto no dia em que foi noticia que o banco espanhol BBVA emitiu mil milhões de euros em obrigações convertíveis. As CoCo bonds apresentam uma yield de 6% ao ano até 2026. Após 2026 a taxa de remuneração será revista e aplicada uma margem de 6,456 pontos percentuais à taxa média swap de 5 anos. Uma vez pagos os títulos qualificam-se como Tier 1.

As bolsas europeias fecharam em baixa, prolongando as quedas da sessão de ontem. O EuroStoxx 50 caiu -1,07% para 3.286,09 pontos. Nas principais praças o movimento foi semelhante. O FTSE de Londres caiu -0,55% para 6.156.16 pontos; o CAC 40 tombou -1,24% para 4.981,13 pontos e o DAX alemão recuou -0,97% para 12.494,8 pontos.

No sul da Europa o FTSE MIB caiu também -0,57% para 19.899,5 pontos e o IBEX de Madrid deslizou -1,62% para 7.326,4 pontos.

Segundo o analista de mercados do BCP, Ramiro Loureiro, na sua análise, o destaque do dia vai para as declarações do presidente da FED de Atlanta, de que a expansão de novos casos de Covid-19 pode estar a ameaçar o ritmo da recuperação dos EUA, à medida que empresas e consumidores suspendem os planos.

“Foco também para as declarações da Christine Lagarde a sinalizarem que o BCE irá manter a política inalterada na sua próxima reunião, depois do estímulo de emergência ter ajudado a acalmar os mercados”, diz o analista que adianta ainda que, por seu turno, Boris Johnson alertou Angela Merkel que o Reino Unido está pronto para prescindir de um acordo comercial se a União Europeia não estiver preparada para comprometer.

O mercado do petróleo está em alta. O Brent referência em Londres subiu +0,16% para 43,15 dólares  e o crude West Texas está nesta alatura a subir +0,15% a caminho dos 41 dólares o barril. Isto no dia em que os investidores receberam o relatório da Energy Information Administration (EIA) com os dados semanais de inventários de petróleo nos EUA, mostrando um aumento nos stocks de petróleo.

Em termos macroeconómicos saiu o índice de preços da habitação da Eurostat. No 1º trimestre de 2020, em relação ao mesmo período do ano anterior, o Preço da Habitação aumentou 10,3% em Portugal, 5,0% na Zona Euro e 5,5% na UE a 27.

O euro subiu +0,61% para 1,1343 dólares.

O mercado de dívida revela uma queda dos juros alemães em -1,07 pontos base para -0,44%. Ao passo que Portugal tem os juros a 10 anos a subirem +0,14 pontos base para 0,40% e Espanha vê os juros recuarem -1,51 pontos base para 0,41%.

Ler mais

Recomendadas

Wall Street fecha em alta mas com subidas tímidas

As ações de Wall Street subiram esta quinta-feira, mas moveram-se dentro de balizas estreitas, com os investidores a aguardar um novo pacote de estímulos fiscais para impulsionar a economia do país.

Bolsa portuguesa encerra em baixa após três sessões no verde. Queda superior a 2% dos CTT penalizou PSI 20

A bolsa nacional não escapou à conjuntura externa dos mercados bolsistas e acabou por interromper um ciclo de três sessões consecutivas fechadas em terreno positivo.

Wall Street contraria bolsas europeias e abre no ‘verde’

O industrial Dow Jones abriu a valorizar 0,12% para 27,087 pontos, o financeiro S&P 500 subiu 0,01% para 3,316 pontos enquanto que a tecnológica Nasdaq segue a tendência ao valorizar 0,13% para 11,106 pontos.
Comentários