PTP acusa Empresa de Eletricidade da Madeira de má gestão

O líder do PTP diz que tem existido um “esbanjamento de dinheiros públicos” e que nem Governo nem a Assembleia da Madeira falam sobre o assunto.

O PTP diz que a Empresa de Electricidade da Madeira (EEM) tem tido má gestão, resultado de investimento falhados, que levou a um acumular de dívida de atinge os 415 milhões de euros.

“As famílias e as empresas vêm-se aflitas para pagar a factura da electricidade para depois a Empresa deitar esse dinheiro ao mar, em vez de investir no bem comum. Está a ser mal gerida”, disse Quintino Costa, líder do PTP.

O trabalhista refere que tem existido um “esbanjamento de dinheiros públicos” e que nem Governo nem a Assembleia da Madeira falam sobre o assunto.

Quintino Costa diz mesmo que existem governante, que eram funcionários da EEM, que beneficiam de redução na tarifa da luz, quando já não está na empresa.

Recomendadas

JPP quer redução de impostos para desenvolvimento da economia e empregabilidade

O partido apelou a que o executivo madeirense seja menos despesista e por essa via alivie as empresas e famílias de modo a que se gere mais poupança, se dinamize a economia e se crie emprego.

Madeira: PSD quer equiparação do IHM ao IRHU para beneficiar de IVA mais reduzido

O PSD entende que o IHM e o IRHU devem ter um “tratamento igual” em termos fiscais, nas obras que visem a reabilitação de imóveis, beneficiando de uma taxa de IVA a 5%.

Rui Barreto assume compromisso de desenvolver mais investigação

O secretário regional da Economia salientou que existem cada vez mais projetos europeus de cooperação externa, e que a intenção do executivo passa por criar um corpo único que permita ter melhor acesso a este tipo de projetos.
Comentários