Publicada alteração a orgânica da Autoridade Tributária da Madeira

As alterações efectuadas ao Decreto Regulamentar Regional que aprova a orgânica da Autoridade Tributária e Assuntos Fiscais da Madeira foi publicado em Diário da República.

Foi publicado em Diário de República a alteração realizada ao Decreto Regulamentar Regional que aprova a orgânica da Autoridade Tributária e Assuntos Fiscais da Madeira.

O decreto assinala que devido à necessidade de dotar a vice-presidência do Governo Regional de uma estrutura orgânica com vista a seguir os seus objectivos em termos de “eficácia e celeridade”, veio “juntar-se a assunção das atribuições” na área do Centro Internacional de Negócios da Madeira, que eram da competência da Autoridade Tributária e Assuntos Fiscais da Região Autónoma da Madeira, “à definição do quadro jurídico das condições de instalação e de funcionamento das entidades que pretendem operar” no âmbito institucional da Zona Franca da Madeira, e também na “verificação dos pedidos de licenciamento” de todas essas entidades.

Isto faz com com as atribuições da Zona Franca da Madeira passem a integrar uma unidade orgânica que fica a estar na dependência da vice-presidência do Governo Regional.

De referir que a Autoridade Tributária e Assuntos Fiscais da Madeira está sob a dependência da vice-presidência do Governo Regional.

Recomendadas

Guia turística que sofreu acidente envolvendo autocarro turístico na Madeira publicou mensagem no Facebook

Neste momento, Carlota Mendes Gomes ainda está internada, já que foi ontem submetida a uma intervenção cirúrgica que “correu de acordo com o expetável”, informou o Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (SESARAM).

Cláudia Monteiro de Aguiar quer mais apoios para renovação da frota pesqueira

A social-democrata recordou que o próximo quadro comunitário vai reforçar em cerca de 10% o fundo europeu para os assuntos marítimos, com cerca de 6 mil milhões de euros, e que o Governo da República tem já a possibilidade de aplicar 114 milhões nas duas Regiões Autónomas, sobretudo na segurança dos pescadores e na melhoria das condições de pesca.

PS quer comissão de inquérito para investigar relações financeiras entre Governo Regional e AFAVIAS

Em causa está um alegado pagamento antecipado de vários milhões de euros à empresa AFAVIAS, que terá contrariado o que estava estabelecido em várias portarias do Governo Regional, dizem os socialistas.
Comentários