Quando a mudança de casa é uma complicação

Muitos consumidores contrataram empresas para tratar da mudança de casa. Porém este serviço nem sempre corre bem: móveis danificados, loiças partidas e até vestuário desaparecidos. O que deve saber antes de contratar uma empresa de mudanças de modo a evitar problemas A atividade de transporte rodoviário de mercadorias por conta de outrem, nacional ou internacional, […]

Muitos consumidores contrataram empresas para tratar da mudança de casa. Porém este serviço nem sempre corre bem: móveis danificados, loiças partidas e até vestuário desaparecidos.

O que deve saber antes de contratar uma empresa de mudanças de modo a evitar problemas

A atividade de transporte rodoviário de mercadorias por conta de outrem, nacional ou internacional, só pode ser exercida por empresas com fins comerciais e licenciadas pelo IMT (Instituto da Mobilidade e dos Transportes). Logo, as empresas que operam de acordo com o estipulado na lei têm de estar licenciadas.

  • Comece por consultar o sítio do IMT na internet para verificar a lista de contactos das empresas licenciadas para avaliar bem a escolha que vai fazer.
  • Solicite vários orçamentos (devem ser escritos). Compare todos os orçamentos e pondere os respetivos serviços prestados.
  • Se o transporte implicar um elevado grau de complexidade, convém que um dos técnicos da empresa se desloque a casa para averiguar o que vai ser realmente transportado, evitando surpresas no final.
  • Confirme se a empresa tem um seguro e se o mesmo é válido e, em caso afirmativo, quais as exclusões e montantes cobertos.
  • Solicite o serviço de empacotamento, o que pode implicar um ligeiro aumento do preço final, mas pode ser uma vantagem pois, em princípio, os seus bens serão devidamente acondicionados e transportados.

No caso de se danificar algum bem durante o transporte, o consumidor poderá pedir a guia de transporte, onde deverá descrever a situação e reclamar o pagamento da compensação devida. Se a empresa se recusar a resolver a situação, peça o livro de reclamações. A sua reclamação será avaliada pelo IMT. Conte também com o apoio da DECO.

Procure-nos: DECO MADEIRA na Loja do Munícipe do Caniço, Edifício Jardins do Caniço loja 25, Rua Doutor Francisco Peres; 9125 – 014 Caniço; deco.madeira@deco.pt; ou contacte-nos para o número: 968 800 489.

Recomendadas

Parlamento aprova a suspensão das rendas e da caducidade dos contratos de arrendamento

As alterações na legislação sobre habitação autorizam que as famílias podem suspender o pagamento da renda durante o Estado de Emergência se registarem uma quebra superior a 20% dos rendimentos do agregado familiar, face aos rendimentos do mês anterior ou do período homólogo do ano anterior.

Utiliza a aplicação Houseparty? Deco desaconselha

Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor apercebeu-se de que a “partilha de dados pessoais e a segurança pode ser melhorada”. A ‘app’ nega críticas de falta de privacidade e está a oferecer cerca de 900 mil euros a quem souber como começou a “campanha difamatória”.

Desempregado ou em lay-off? Saiba como trabalhar em instituições sociais ou de saúde para ganhar um rendimento extra

Esta medida, voluntária, é uma forma dos desempregados ou dos trabalhadores em regime de lay-off poderem ganhar um rendimento extra reforçando hospitais ou lares. Desempregados com direito a uma bolsa mensal de 438,8 euros, com os trabalhadores em regime de lay-off a terem o direito a 658,2 euros mensais.
Comentários