Quantas pessoas estão na praia? Esta app diz-lhe onde pode estender a toalha no verão

A aplicação Posso Ir vai dar informações sobre o nível de ocupação das praias, assim como sobre o nível de qualidade da água das praias, o histórico de ocupação, a existência de bandeira azul e vigilância, e as infraestruturas disponíveis.

Praia Dona Ana, Lagos

Os portugueses vão ter mais uma aplicação digital para saber em que praia podem estender a toalha este verão, cumprindo as regras de distanciamento social devido à Covid-19.

A aplicação “Posso ir?” e a Deco Proteste juntaram para criar esta aplicação, que conta com a colaboração da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que faz o “reporte oficial do nível de ocupação com base nas informações fornecidas pelos concessionários das praias”.

A aplicação está disponível gratuitamente para os sistemas iOS e Android, através da App Store e da Play Store.

Esta aplicação vai proporcionar toda a “informação oficial das praias, através dos seus concessionários”, através da Agência Portuguesa do Ambiente. Em parceria com a Deco Proteste, esta aplicação “informará ainda sobre o nível de qualidade da água das praias, o histórico de ocupação, a existência de bandeira azul e vigilância, e as infraestruturas disponíveis”.

A própria Agência Portuguesa do Ambiente já lançou uma aplicação com a lotação das praias com o nome de Info Praia.

A aplicação “Posso ir?” foi criada durante a pandemia da Covid-19 pelo grupo Tech4Covid19 para “ajudar a dar resposta às normas de distanciamento social”.

Nesta aplicação, os utilizadores podem consultar e dar informação sobre o “nível de ocupação dos estabelecimentos comerciais e dos espaços públicos, evitando que se dirijam aos que registam maior afluência, promovendo, assim, o distanciamento social e ajudando a população a sair de casa em maior segurança”, segundo o comunicado.

A aplicação conta com o financiamento da Fundação Gulbenkian e da Fundação EDP, garantindo, assim, a “continuidade do projeto na mitigação dos efeitos da covid-19”.

Ler mais
Recomendadas

Que fatores deve considerar se contratar um seguro contra sismos

As seguradoras para estabelecerem o valor concreto do contrato calculam os dados através da utilização de uma tabela que classifica cada concelho do país e regiões e que as organiza por cinco escalões. Perante um risco elevado, muitas seguradoras recusam até mesmo efetuar um contrato deste calibre, pois apresentam fortes indícios de perda financeira.

Incerteza leva famílias portuguesas a poupar mais

A taxa de poupança das famílias deverá continuar em rota ascendente este ano. Por outro lado, a pandemia não altera o perfil de investidor tipicamente conservador das famílias portuguesas.

Aprovada proposta do Governo para mora no pagamento de renda dos contratos não habitacionais até 31 de dezembro

A nova lei define que os donos de estabelecimentos, forçados a encerrar devido à pandemia, possam usufruir de moratória até 31 de dezembro
Comentários