PremiumQueijo da serra: Feiras digitais salvam sector da pandemia

O queijo da Serra é um dos mais notáveis produtos endógenos de Portugal

O queijo da Serra é um dos mais notáveis produtos endógenos de Portugal. Tem sido também um dos que mais tem sofrido com as limitações geradas pela pandemia em curso há quase um ano e pelos estados de emergência e confinamentos que o seu combate tem exigido. Restauração fechada, turistas a léguas, proibição de feiras e de mercados e impossibilidade de deslocação dentro do país foram ingredientes que resultaram numa ‘tempestade perfeita’ para este sector fundamental da agropecuária – e da economia – nacional, causando danos incalculáveis no tecido social e empresarial que sustenta esta atividade, de cariz familiar e de dimensão diminuta.

Sem a possibilidade natural de divulgar e comercializar os seus produtos nas tradicionais feiras, a solução encontrada nos tristes dias que correm é não baixar os braços e realizar ‘feiras virtuais’, na internet. Foi por esse caminho que em boa hora optou a CIM-BSE – Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, que apoia a divulgação desta iniciativa de diversos municípios que integram a zona demarcada de produção do Queijo da Serra – Seia, Gouveia, Celorico da Beira, Fornos de Algodres e Trancoso.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumMão de obra migrante é chave no agroalimentar

Trabalhadores estrangeiros são cruciais para o sector e são necessárias políticas de integração mais eficazes, defendem especialistas.

Jorge Coelho: “Quando era miúdo o meu avô comprava queijos da Serra e depois ia a Lisboa vendê-los”

O político e ex-governante passava dois dias por semana em Mangualde, a terra que nunca deixou. Morreu esta quarta-feira, mas o seu percurso – e os seus queijos – continuarão a ser uma referência. Histórias que partilhou com o Jornal Económico em março de 2017, na Serra.

PremiumEstá-se bem na Páscoa com cabrito assado

Está-se na Páscoa e a Páscoa, entre outras iguarias, exige cabrito à mesa. Com as restrições sanitárias e legais em curso, os restaurantes tentam dar a volta ao texto e chegar a casa dos consumidores da melhor forma possível.
Comentários