“Quem não for votar, não diga que outros acabaram por fazer escolhas que não aquelas que queriam”, diz Marcelo

Presidente da República apelou à participação eleitoral este domingo e defendeu que “o voto é de cada qual e desperdiça-lo é verdadeiramente, em todos os momentos, mas agora em particular, um erro enorme”.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, apelou este sábado ao voto nas eleições para o Parlamento Europeu, que terão lugar este domingo.

“A minha mensagem de hoje vai no sentido do apelo ao voto”, disse o Chefe de Estado em declarações aos jornalistas à margem da conferência “1º Fórum de Economistas das Cidades de Língua Portuguesa”, em Lisboa.

Marcelo Rebelo de Sousa salientou que as “poucas” vezes que interviu “no último mês” foi sempre para apelar ao voto.

“Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrependa, não venha dizer que outros acabaram por fazer escolhas que não aquelas que queriam”, referiu. “O voto é de cada qual e desperdiça-lo é verdadeiramente, em todos os momentos, mas agora em particular, um erro enorme”, concluiu.

Recomendadas

Hoje há debate quinzenal com o primeiro-ministro sobre políticas ambientais e de valorização do território

Na agenda parlamentar de hoje destacam-se também o debate preparatório do Conselho Europeu e o debate com a participação do Governo sobre os instrumentos de governação económica da União Europeia. A próxima reunião do Conselho Europeu vai realizar-se nos próximos dias 20 e 21 de junho, para tomar decisões sobre as nomeações para o novo ciclo institucional e para adotar a Agenda Estratégica 2019-2024.

PS quer lançar campanha nacional sobre “qualidades” e “benefícios” do consumo de leite

Grupo Parlamentar do PS apresentou projeto de resolução que insta o Governo a desenvolver uma “campanha de informação sobre as qualidades do leite e dos seus benefícios para a saúde”. Deputados socialistas criticam “bebidas apresentadas como ‘alternativas’ ao leite e que utilizam de forma ilegal a denominação de ‘leite'”.

Governo estuda emissão de obrigações para empresas industriais

O Governo está a estudar lançar emissões de obrigações agrupadas para vários setores, nomeadamente o industrial, depois de anunciar hoje uma operação destinada a empresas de turismo, de acordo com o ministro Adjunto e da Economia.
Comentários