Quer ser funcionário público? Veja aqui, passo a passo, como concorrer

Veja como aceder a ofertas de emprego no Estado e candidate-se online, em várias áreas e carreiras.

O processo de candidatura a emprego na Administração Pública é diferente do processo de seleção para trabalhar numa empresa do setor privado. As ofertas de emprego para este setor encontram-se na Bolsa de Emprego Público (BEP) e o recrutamento exige mais do que apenas o envio do CV e uma carta de apresentação. Saiba tudo sobre a BEP e como se candidatar para emprego no setor público.

 

O que é a Bolsa de Emprego Público (BEP)?

A BEP é a Bolsa de Emprego Público, cujo principal objetivo é centralizar a informação, simplificá-la e transmiti-la com a maior transparência, divulgando os diversos processos de recrutamento e de reafetação dos recursos humanos da Administração Pública, facilitando os mecanismos de mobilidade.

Através da BEP é possível ter acesso a ofertas de emprego no setor público. Este portal assegura a ligação entre a oferta e a procura de oportunidades profissionais, nas várias áreas e em diversos tipos de concursos e carreiras.

Como se candidatar a emprego na Administração Pública através da BEP?

Consultar vagas

Se pretende candidatar-se a emprego na Administração Pública, primeiro deve saber onde consultar as vagas adequadas. As ofertas são divulgadas em Diário da República e em sites de outras entidades públicas, mas a forma mais simples de consultar estas oportunidades é através da BEP. Este website funciona como um portal de recrutamento, mas especificamente destinado a divulgar ofertas de emprego público.

Qualquer cidadão pode procurar trabalho na Administração Pública, necessitando apenas de entrar no website da BEP e pesquisar por palavras-chave, consoante a sua área profissional ou até por localização geográfica.

Depois de pesquisar emprego, utilizando as palavras-chave pretendidas, irá aparecer uma lista de ofertas que correspondem à sua pesquisa. Nessa lista poderá ver informação relativa a:

  • Código da oferta;
  • Tipo de oferta;
  • Vínculo (tipo de contrato);
  • Carreira;
  • Categoria;
  • Distrito;
  • Organismo;
  • Habilitações literárias pretendidas;
  • Data limite para se candidatar.

Ao clicar em cima do código da oferta na qual tem interesse é apresentada uma página com mais detalhes sobre a mesma, nomeadamente os requisitos de admissão, como deve ser feita a formalização da candidatura e como se processa o recrutamento.

Uma vez que o portal é regularmente atualizado com as vagas mais recentes, poderá ser benéfico que o consulte com frequência no sentido de se manter a par das novas oportunidades e garantir que se candidata a todas em que tem interesse.

 

Analisar o tipo de concurso e carreiras

Para selecionar as vagas que melhor correspondem ao seu perfil, deve olhar não só ao setor de atividade, mas também ao tipo de concurso e carreira em que estão inseridas.

Ao aceder à lista de ofertas de emprego disponibilizada pela BEP irá reparar que estão categorizadas por dois tipos de concurso diferentes, sendo estes o processamento concursal comum e o procedimento concursal para constituição de reservas em órgão ou serviço.

De uma forma genérica, se concorrer a uma vaga de procedimento concursal comum irá ingressar num processo de recrutamento para um posto de trabalho a ocupar de imediato, ao passo que, no procedimento para constituição de reservas em órgão ou serviço, estará a candidatar-se para integrar bolsas de emprego, isto é, reservas de pessoal para satisfação de necessidades futuras.

Para além destes dois tipos, poderá ainda encontrar vagas com procedimento concursal de regularização. No entanto, note que estas vagas apenas são para ser ocupadas por pessoas que já trabalham na Administração Pública, uma vez que servem para regularizar situações de precariedade dentro do órgão público.

 

Nota importante:

Sempre que pesquisar por uma vaga na BEP para a função pública, não se esqueça de ler todos os detalhes relativos à oferta, tais como o concurso em que se insere, os moldes do contrato, o tipo de carreira, bem como os requisitos para admissão.

Na função pública existem três tipos de carreira:

  • Assistente Operacional;
  • Assistente Técnico;
  • Técnico Superior.

Cada tipo de carreira requer características diferentes por parte dos candidatos, como por exemplo, diferentes graus académicos ou níveis de experiência profissional, tendo também impacto no salário proposto. Uma vaga para Assistente Operacional exige menos grau de formação do que um Assistente Técnico que, por norma, requer pelo menos o 12º ano. Por sua vez, para ocupar um cargo de Técnico Superior é exigido que o candidato tenha uma Licenciatura.

Formalizar candidatura

Depois de analisadas todas as vagas em que tem interesse, tendo em consideração os pontos até aqui referidos, é altura de formalizar a sua candidatura. A indicação sobre como proceder costuma estar mencionada no separador “Formalização Candidaturas” de cada vaga.

Tenha atenção porque grande parte das entidades ainda exige que o envio da documentação seja feito por correio registado. No entanto, algumas já aceitam a candidatura via email ou, inclusivamente, através do preenchimento de formulários online.

Depois de enviar a candidatura, haverá outras fases do processo, não sendo iguais para todos os concursos. Desta forma, deve prestar atenção ao ao seu email e ao seu telemóvel, pois pode receber indicações, a qualquer momento, sobre os passos seguintes.

De uma forma geral, os concursos públicos costumam ser mais exigentes. É comum ser solicitada uma prova escrita com o intuito de serem testados os conhecimentos técnicos aplicáveis à função, a qual poderá ser complementada por uma avaliação psicológica com testes psicotécnicos. Este processo deverá incluir ainda, no final, uma entrevista.

 

Quem se pode candidatar?

Qualquer cidadão que pretenda trabalhar no setor público, nos seus diferentes tipos de carreira e contrato de trabalho, pode candidatar-se através da BEP, bem como funcionários públicos que queiram usufruir de mobilidade ou que pretendam ingressar em concursos de acesso.

Alguns aspetos a ter em consideração

Os concursos para a Administração Pública são bastante meticulosos, pelo que é importante que atente a todos os detalhes que cada vaga apresenta.

Os prazos costumam ser bastante rigorosos, por isso deve certificar-se que envia todos os documentos e formulários solicitados dentro do tempo pedido, bem como garante que todos os dados são preenchidos devidamente. Uma pequena falha pode custar-lhe o lugar para a posição.

Ler mais
Relacionadas

ComparaJá.pt quer recrutar 40 pessoas até ao final do ano

Plataforma gratuita de comparação bancária e telecomunicações quer reforçar equipa em várias áreas.

Quer tirar uma licença sem vencimento? Saiba se tem direito

Se quer concretizar algum projecto pessoal sem perder o emprego, esta poderá ser melhor opção. Saiba tudo sobre o tema neste artigo.

Indemnização por despedimento: sabe quanto tem direito a receber?

A indemnização por despedimento não é sempre garantida, variando caso se trate de justa causa ou ilícita. Veja quais os montantes fixados para estas situações.

Guia do direito a férias: tudo o que precisa de saber

Fique a saber como pode gozar os seus dias de férias, a partir de quando, como funciona a marcação e ainda se pode acumular dias de férias do ano anterior.

Como pedir a reforma corretamente em 2020?

A idade da reforma está a aproximar-se, contudo não tem muito bem a certeza de como efetuar o pedido quando chegar a altura? Saiba tudo sobre o tema.

Subsídio de alimentação: trabalhadores em part-time têm direito?

Saiba tudo sobre este subsídio: quais os valores, impostos, diferenças entre recebê-lo em cartão ou em dinheiro e se os trabalhadores em part-time também têm direito.
Recomendadas

Maioria dos portugueses prefere produtos que utilizam a menor embalagem possível

O recente estudo, realizado pela DS Smith e Ipsos MORI mostra que, apesar da crise global de saúde, os consumidores continuam a ter em conta o ambiente: 85% dos inquiridos querem comprar produtos que utilizem a menor embalagem possível

Deco alerta para riscos das compras através de redes sociais

Estas “lojas”, na sua maioria, não se encontram registadas como empresas em Portugal, não possuem um endereço físico de contacto, e, por vezes, não se tratam de vendas de comerciantes, mas sim vendas entre particulares, o que torna mais difícil a resolução de um possível conflito. O endereço físico da loja, ou uma morada para contacto, é essencial para reclamar em caso de conflito.

Economia circular: portugueses gastam mais de 140 euros por ano em bens usados

Em média, o consumidor português gasta 142 euros por ano em bens usados. As razões que motivam estas compras são principalmente a relação qualidade/preço e a sustentabilidade.
Comentários