Recuperação do indicador de sentimento económico na zona euro acentua-se em junho

O sentimento económico subiu na maioria das economias da zona euro, nomeadamente em França (+9,4 pontos), Holanda (+8,3), Espanha e Itália (ambas +8,2) e na Alemanha (+6,6).

A recuperação do indicador de sentimento económico na zona euro acentuou-se em junho, seguindo tendência iniciada no mês anterior, fixando-se em 75,5 pontos, revela o Inquérito às Empresas e aos Consumidores, publicado pela Comissão Europeia, esta segunda-feira.

Segundo os resultados do inquérito da Direcção-Geral dos Assuntos Económicos e Financeiros da Comissão Europeia, o indicador de sentimento económico registou uma subida de 8,2 pontos na média dos países da moeda única e 8,1 pontos na União Europeia, para 74,8, recuperando cerca de 30% das perdas registadas em março e abril.

Na zona euro, a recuperação foi impulsionada por “aumentos significativos na confiança” em todos os setores de negócios, incluindo indústria, serviços, comércio a retalho e construção, assim como entre os consumidores. “Isto contrasta com o mês passado, em que apenas a confiança da indústria e do consumidor melhorou significativamente”, refere o relatório.

O sentimento económico subiu na maioria das economias da zona euro, nomeadamente em França (+9,4 pontos), Holanda (+8,3), Espanha e Itália (ambas +8,2) e na Alemanha (+6,6).

Os dados revelam ainda que o indicador de expectativas de emprego também melhorou significativamente pelo segundo mês consecutivo, ao subir 12,7 pontos para 82,8 na zona euro e 11,9 pontos para 82,7 na União Europeia.

 

Ler mais

Recomendadas

EUA: adiamento da votação do Congresso dá esperança à aprovação de novo pacote de estímulos

Depois de meses de impasse, a Câmara dos Representantes, de maioria democrata, decidiu não votar um pacote que estava condenado ao fracasso quando subisse ao Senado, de maioria republicana. O adiamento é visto como um sinal de avanços nas negociações entre Nancy Pelosi e Steve Mnuchin, ou seja, entre os democratas do Congresso e a Casa Branca.

Portugal está a meio da tabela do custo mensal de ter carro. Elétricos nunca foram tão baratos na Europa

O ‘ranking’ anual LeasePlan coloca Portugal em 10º lugar na despesa mensal de propriedade de um veículo, com um valor de 651 euros para carros a gasolina, 672 euros gasóleo e 686 euros elétricos nos segmentos utilitário e pequeno utilitário.

3.800 euros: Genebra vai pagar o salário mínimo mais elevado do mundo

Os 500 mil eleitores da cidade suíça aprovaram o salário mínimo proposto pelos sindicatos locais e partidos de esquerda, depois de já terem sido rejeitados duas vezes em 2011 e 2014. Medida entra em vigor a partir de 17 de outubro.
Comentários