Reflorestação do Parque Ecológico do Funchal vai custar 1,4 milhões de euros

Vão ser plantadas 288 mil árvores em 407 hectares. Trabalhos devem estar finalizados até final do ano.

A reflorestação do Parque Ecológico do Funchal vai custar 1,4 milhões de euros. Estão a ser plantadas 288 mil árvores, numa área de 407 hectares, num trabalho que deve ficar finalizado até final de 2020.

“O trabalho de limpeza dos terrenos e do material lenhoso carbonizado abrangeu uma área de cerca de 100 hectares, a par da intervenção efetuada no controlo de espécies invasoras, numa área de 250 hectares, que foram as nossas ações prioritárias. Finalmente, já foram plantadas até agora cerca de 70 mil árvores adequadas ao espaço, um trabalho essencial na reabilitação das áreas ardidas e na fixação do solo, pelo que se tudo decorrer de acordo com o planeado, teremos esta extensa área do Parque reflorestada até ao final de 2020”, explicou Miguel Gouveia, presidente da Câmara Municipal do Funchal.

A reflorestação do parque ecológico tem comparticipação do Fundo de Desenvolvimento Regional (FEDER) de 85%, e surgiu através de uma candidatura apresentada pelo município do Funchal ao PRODERAM, e vai de encontro aos “objectivos estruturais” da autarquia do Funchal, que elegeu a sustentabilidade ambiental como um objetivo para a próxima década.

O presidente da autarquia destacou ainda os trabalhos que têm vindo a ser realizados como a construção de um estaleiro de apoio aos trabalhos florestais, para apoiar os trabalhos florestais, a reabilitação da Casa da Ribeira das Cales, para apoio aos trabalhos florestais, e ainda a aquisição de uma máquina miniescavadora dotada de destroçadora e martelo hidráulico e demais acessórios, para prevenção dos fogos florestais.

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/fundos-comunitarios/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”619″ slug=”fundos-comunitarios” thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/fundos-comunitarios/thumbnail?version=1573121956270&locale=pt-PT&publisher=www.jornaleconomico.sapo.pt” mce-placeholder=”1″]

Recomendadas

Presidente da Assembleia da Madeira destaca capacidade da UMa em afirmar valores no território nacional e internacional

O presidente da Assembleia Regional sublinhou que a Universidade da Madeira (UMa) faz parte da nossa identidade insular, mas que nos projeta em Portugal e no mundo”. José Manuel Rodrigues considerou que a UMa reúne todas as condições para “continuar a crescer e a desenvolver-se”, acrescentando que “sendo uma universidade que está envolvida na comunidade regional, não pode perder o caráter universalista que devem ter todas as universidades”.

Madeira: PS pede a Rui Barreto e CDS-PP esclarecimentos sobre alegado financiamento ilegal

Os socialistas madeirenses consideram que os factos denunciados num trabalho da SIC são “graves e colocam em causa a ética e a transparência” exigidas a responsáveis políticos. O PS Madeira reforçam que é preciso um esclarecimento “imediato, cabal e rigoroso sobre o relacionamento entre o principal financiador do Chega e o líder do CDS-PP Madeira”.

Presidente da Assembleia da Madeira apela a partidos para “não inquinarem trabalhos parlamentares” por causa das autárquicas

O presidente da Assembleia da Madeira afirmou que “a Assembleia Legislativa é o primeiro órgão de Governo próprio. Existe para discutir as grandes questões regionais e não para discutir questões municipais ou para fazer campanha eleitoral”.
Comentários