Região de Lisboa entre as 10 melhores regiões vinícolas para visitar no Mundo

A distinção foi feita no último número da prestigiada revista especializada em vinhos, ‘Wine Enthusiast’.

A região de vinhos de Lisboa foi eleita pela revista de referência americana ‘Wine Enthusiast’ como um dos 10 melhores destinos vínicos para ser visitado este ano no mundo, graças às as características únicas que potenciam a diversidade de castas
presentes na região.

“Estamos muito entusiasmados com esta distinção pois vem premiar o trabalho sustentado que temos vindo a desenvolver sobretudo nesta década, onde se tem registado um aumento no volume certificado e exportado, ambos sempre na ordem dos dois dígitos”, refere Francisco Toscano Rico, o novo presidente da CVR – Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa.

“Lisboa passa assim a ser a única capital do mundo com uma região vitivinícola com dimensão e qualidade tal que motivem uma distinção deste calibre e o turismo da cidade terá também contribuído para a inclusão no ‘top 10’ de melhores destinos vínicos do mundo”, assinala um comunicado da CVR Lisboa.

“Antes conhecida como Estremadura, a região vinícola costeira de Lisboa e das suas pequenas subdenominações refletem a diversidade vínica que caracteriza Portugal. Hoje, posiciona-se na interseção da preservação de uma herança e uma mudança bem recebida. a região é designada por Lisboa, a cidade fulcral mais próxima e grande ‘hub’ exportador. Até há pouco tempo, era uma das grandes regiões por descobrir, mas as suas paisagens de fachadas para fotografias meritórias, as panorâmica com vistas marítimas, as espreguiçantes vinhas e a icónica torre de Belém são hoje em dia retratadas de forma proeminente nas redes sociais”, escreve a jornalista Lauren Mowery no trabalho desenvolvido pela ‘Wine Enthusiast’.

Lauren Mowery faz referência às castas típicas da região de Lisbos, como a Ramisco, a Malvasia, ou o Arinto de Bucelas, mas também as castas mais ‘nacionais’ da Touriga Nacional e da Tinta Roriz.

O trabalho assinala diversos produtores históricos de vinhos em Lisboa, como a Adega Viúva Gomes e o Casal de Santa Marta, em Colares; a Quinta de Chocapalha e a Casa Santos Lima, na Aldeia Galega da Merceana; ou a Quinta do Pinto ou a Quinta do Monte d’Oiro, em, Alenquer, por exemplo.

A jornalista da ‘Wine Enthusiast’ sugere ainda diversos locais para jantar na região de Lisboa.

Além de Lisboa, a ‘Wine Enthusiast’ considera que as outras nove regiões vinícolas de devem ser visitadas no mundo este ano são a Tasmânia (Austrália); Temecula Valley, Califórnia (Estados Unidos); Beaujolais, França; Tessaloniki (Tessalónica, Grécia); Maipo Valley (Chile); Lago Garda (Itália); Banguecoque (Tailândia); Lavaux (Suíça), e Seattle, Washington (Estados Unidos).

Recorde-se que a ‘Wine Enthusiast’ é uma das maiores referências internacionais do mundo dos vinhos, com mais de 300 milhões de volumes já impressos

Ler mais
Recomendadas

José Avillez abriu no Dubai mas fechou três restaurantes em Lisboa

A Cantina Zé Avillez, um dos mais populares, junto ao Campo das Cebolas também encerrou as portas ao público. Abriu em 2018 e o objetivo era servir almoços rápidos para a população lisboeta.

Sardinha: Uma velha conhecida ainda chega a tempo dos Santos Populares

Desde meados de setembro de 2018 que os pescadores de Portugal e Espanha estão sem poder pescar sardinha, mas a interdição está quase a terminar. Os portugueses regressaram ao mar a partir de 3 de junho para apanharem um peixe emblemático, mas que tem perdido primazia no setor.

Delta Q entra na Polónia através de cadeia de supermercados da Jerónimo Martins

A marca de café em cápsulas do grupo Delta refere que vai, assim, passar a estar presente em 1.100 localidades na Polónia, através das 2.900 lojas da polaca Biedronka.
Comentários