Não gaste dinheiro desnecessariamente. Siga as dicas de poupança para o regresso às aulas

Esta é uma época em que os alunos querem ter lápis e cadernos novos mas antes de ir às compras, deve ver primeiro o que tem lá em casa para não gastar dinheiro desnecessariamente. Siga estas e outras dicas de João Raposo, fundador e administrador do Grupo Reorganiza.

Relacionadas

Quer poupar no regresso às aulas? Deco apresenta dicas

Aconselhamos os consumidores a evitar o recurso ao crédito ao consumo, pois esta decisão aumentará, certamente, o encargo da vida familiar. Porém, se tomar essa decisão tenha em conta os encargos financeiros que terá suportado.

Portugueses preveem gastar 363 euros no regresso às aulas, estima Cetelem

Apesar dos manuais escolares já não fazerem parte das despesas familiares, os portugueses preevem gastar entre 250 a 500 euros neste regresso às aulas.
Recomendadas

A pensar em casar para o ano? Saiba quanto custa um casamento

Por menos convidados que se tenha num casamento, esta é uma cerimónia tem sempre custos avultados: entre o copo d’água, o catering, a roupa dos noivos e outros tantos pormenores, é difícil fazer a festa por menos de 20 mil euros.

WiZink lança Unido, a primeira app em Portugal aberta a todos utilizadores

A app gratuita funciona de forma independente, está aberta e disponível para todos os utilizadores, independentemente das entidades financeiras em que sejam clientes.

Sabia que é possível resolver conflitos de consumo através da internet?

Encomendar produtos em sites com sede em qualquer ponto da Europa já não é uma compra sem rede. A plataforma RLL, um sítio interativo, gratuito, acessível em todas as línguas oficiais do espaço europeu, gerida pelo Centro Europeu do Consumidor, pode apoiá-lo em caso de conflito.
Comentários