Relatório ao acidente com comboio Alfa Pendular indica que Veículo de Conservação de Catenária passou sinal vermelho

O acidente resultou em duas vítimas mortais, os dois trabalhadores que seguiam no Veículo de Conservação de Catenária.

Foto cedida

O relatório ao acidente do Veículo de Conservação de Catenária (VCC) que foi abalroado na passada sexta-feira pelo comboio Alfa Pendular, em Soure, distrito de Coimbra, indica que houve erro humano quando o VCC passou um sinal vermelho e entrou na Linha do Norte, dá conta nota informativa do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF).

O acidente resultou em duas vítimas mortais, os dois trabalhadores que seguiam no Veículo de Conservação de Catenária. Ao que indica o relatório os trabalhadores não iriam realizar quaisquer trabalhos no decurso da sua viagem.

Pelas 15h12, explica o GPIAAF, o VCC parou na via de resguardo da estação de Soure a aguardar pela passagem do Alfa Pendular mas, alguns momentos depois, “por razões, que neste momento estão indeterminadas e que serão aprofundadas no decurso da investigação, o VCC reinicia a sua marcha, ultrapassando o sinal que se mantinha com aspeto vermelho”.

Recomendadas

“48 horas para rescindirem funções e abandonar o país”. O que já sabe sabe sobre a ameaça da extrema-direita a deputadas e ativistas?

Depois da “parada Ku Klux Klan” à porta do SOS Racismo, as deputadas Beatriz Gomes Dias, Mariana Mortágua e Joacine Katar Moreira estavam entre as destinatárias da ameaça enviada esta terça-feira por um grupo de extrema-direita radical. PJ já está a investigar o caso.

Portugal regista mais 325 casos e seis mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

A região de Lisboa e Vale do Tejo regista o número mais elevado de infeções ao dia de hoje, tendo confirmado mais 204 casos em relação aos dados da véspera. O número de casos recuperados em Portugal aumentou para 39.177.

“Festa do Avante? Tem que haver cumprimento das regras vigentes”, garante Governo

“Decisão é da exclusiva responsabilidade da organização mas tem que haver cumprimento das regras vigentes sem qualquer exceção: por exemplo, espaços de alimentação e de atividades culturais têm que cumprir as mesmas regras dos outros espaços a nível nacional”, garantiu Mariana Vieira da Silva.
Comentários