REN compra empresa de transporte de eletricidade no Chile por 167 milhões de dólares

Este é o segundo investimento da REN no Chile, onde detém, desde 2017, uma participação na empresa Electrogas, que opera o gasoduto que abastece de gás natural as principais geradoras de eletricidade do país e os distribuidores residenciais da cidade de Santiago do Chile.

A REN-Redes Energéticas Nacionais anunciou esta terça-feira a aquisição de uma empresa de transporte de eletricidade no Chile por um valor de 149 milhões de euros (167 milhões de dólares).

Assim, a empresa liderada por Rodrigo Costa assinou um contrato com as empresas Compañia General de Eletricidad SA e Naturgy Inversiones Internacionales SA para a aquisição de 100% da empresa de transporte Transemel.

Em comunicado, a REN informa que o contrato prevê que a conclusão da transação e a efetiva aquisição da Transemel pelo grupo REN se realize no início de outubro de 2019.

“A Transemel possui e opera 92 quilómetros de linhas de transmissão elétrica e 5 subestações, localizadas maioritariamente no Norte do Chile. Esta região é marcada pela forte influência da indústria mineira, estando uma das subestações localizada perto da maior mina de cobre do Mundo, em Calama, e pela crescente predominância de projetos de produção de energia renovável, fruto do grande potencial solar nessa zona do país”, explica a empresa em comunicado.

Este é o segundo investimento da REN no Chile, onde detém, desde 2017, uma participação na empresa Electrogas, que opera o gasoduto que abastece de gás natural as principais geradoras de eletricidade do país e os distribuidores residenciais da cidade de Santiago do Chile.

A REN explica esta operação como estando enquadrada no plano estratégico da REN, “que assenta numa estratégia de investimento internacional conservadora e com o objetivo de compensar o menor crescimento em Portugal” concentrando-se “em mercados com estabilidade económica e quadros regulatórios previsíveis”.

Ler mais
Recomendadas

Infraestruturas de Portugal lança concurso público para requalificação do Túnel do Grilo

A verba estimada para esta obra é de 10 milhões de euros, que será destinada para a requalificação da infraestrutura e dos sistemas de segurança do Túnel do Grilo, localizado no lanço Olival de Basto / Sacavém do IC17 – CRIL, em Lisboa.

Tobias C. Pross é o novo CEO da Allianz Global Investors

Tobias C. Pross era até então diretor global de distribuição e trabalha há mais de 20 anos no grupo. Deborah Zurkow sobe a diretora global de investimentos, cargo até então exercido também por Andreas Utermann.

Novo crédito à habitação em setembro soma 915 milhões de euros, diz Banco de Portugal

Em setembro os volumes de novas operações para habitação, consumo e outros fins totalizaram 915, 462 e 284 milhões de euros, respetivamente, avança ao Banco de Portugal.
Comentários