Repsol lança primeira grande campanha para o setor da eletricidade

Empresa da área petrolífera espera conseguir marcar a sua posição no mercado do gás e eletricidade, com a obtenção de clientes residenciais e empresariais.

A Repsol vai lançar a sua primeira grande campanha publicitária virada para o setor da eletricidade, por forma a começar a conquistar novos clientes tanto em residências quanto em empresas, referiu a empresa em comunicado esta segunda-feira, divulgado pela imprensa espanhola.

Quem também foi parte integrante deste anúncio foi a Harold Entertainment, uma produtora televisiva com experiência também na área do cinema e publicidade.

A Repsol, como fornecedora de diferentes energia referiu a sua campanha publicitária televisiva “não conhece limites” e usa a figura da atleta americana (Babe Zaharias) que na primeira metade do século XX, conquistou títulos em várias modalidades, como o atletismo, basquete, e golfe, numa alusão aos diferentes tipos de energia que a empresa pode fornecer.

A campanha vai durar até o próximo dia 25 de novembro, e será exibida na televisão, rádio, imprensa escrita online e externa, esta última em espaços publicitários de rua e autocarros, com a principal mensagem que agora a petrolífera também oferece eletricidade para a casa.

Relacionadas

Lucro da Repsol cresce 37%, para 2,1 mil milhões de euros nos primeiros nove meses do ano

No acumulado de nove meses, o resultado líquido apresentado pela petrolífera espanhola é o maior dos últimos dez anos.
Recomendadas

Saiba qual a opção mais viável para o aquecimento da sua casa

A escolha de aparelhos portáteis pode ser a opção mais económica, no entanto são equipamentos que consomem muita energia. Como não controlam a temperatura, funcionam por mais tempo do que o necessário e, além disso, fazem muito barulho e o conforto de utilização é baixo.

Tem problemas com som sem fios? Novo Bluetooth LE Audio está a chegar

Uma nova norma de som sem fios Bluetooth está a chegar e vai trazer muitos melhoramentos.

Saiba como funciona o Direito Real de Habitação Duradoura

Ressalva-se que o proprietário pode livremente transmitir, de forma onerosa ou gratuita, a propriedade do imóvel objeto de um contrato de DHD, não podendo contudo hipotecar o imóvel ou constituir outras garantias sobre o mesmo.
Comentários