Rui Costa é candidato à presidência do Benfica

Rui Costa vai candidatar-se à presidência do Benfica nas eleições para o quadriénio 2021-2025, marcadas para 09 de outubro, anunciou hoje o ex-futebolista internacional português, que assumiu a liderança do clube lisboeta após a demissão de Luís Filipe Vieira.

Rui Manuel César Costa, sócio nº 6.034, é presidente interino do SL Benfica e Benfica SAD, depois de ter sido eleito vice-presidente do clube e vogal do Conselho de Administração da SAD em 2020. Neste momento, e com auto-suspensão de Vieira, é o antigo jogador das ‘águias’ que lidera todos os processos relativos às transferências de jogadores. Está nas direções de Luís Filipe Vieira desde 2008/09.

“É com o Benfica no coração que estou aqui a anunciar que sou candidato à presidência do Sport Lisboa e Benfica nas eleições marcadas para o dia 09 de outubro. (…) Não é surpresa para ninguém se disser que respiro Benfica desde que nasci”, disse Rui Costa, cuja candidatura tem como lema “Por todos. Com todos. Benfica”.

Rui Costa aproveitou para relembrar, diante da comunicação social presente, sem direito a colocar questões, que “faz amanhã [quarta-feira] 30 anos” que realizou o seu primeiro jogo, um dia que nunca esquecerá.

“Foi no Benfica que me fiz homem e vivi os melhores momentos da minha vida. Este é um dos momentos mais desafiantes da história do clube e eu jamais poderia deixar de responder a esta chamada”, observou.

A ambição é a de conduzir os ‘encarnados’ ao “caminho da glória”, segundo Rui Costa, sublinhado que vencer é sempre a sua “maior exigência”, a mesma que teve quando vestiu o “manto sagrado”.

“Comprometo-me aqui, perante todos os benfiquistas, a dedicar toda a minha energia e toda a minha sabedoria para iniciar um novo ciclo de vitórias. Esta é uma missão que assumo consciente da superior e singular dimensão do Benfica, tanto em Portugal como no mundo”, assegurou.

A terminar, deu conta de que “nos próximos dias” irá revelar o programa de ação, assim como a equipa que o acompanhará, “para um futuro ganhador, à Benfica”, frisando que o “projeto é aberto à participação de todos e centrado no Benfica”.

Rui Costa, de 49 anos, assumiu a presidência do Benfica em 09 de julho, na sequência da suspensão do mandato por parte de Luís Filipe Vieira, que posteriormente se demitiu, após ter sido constituído arguido no âmbito da investigação ‘cartão vermelho’, por suspeita de vários crimes económico-financeiros.

Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica desde 2003 e que tinha sido reeleito em outubro de 2020, foi substituído por Rui Costa, que também renunciou ao mandato, no início deste mês (01 de setembro), tal como os restantes órgãos sociais, a fim de permitir a marcação de eleições.

Francisco Benítez, líder do movimento Servir o Benfica, foi o primeiro a anunciar à candidatura à presidência dos ‘encarnados’, depois de nas eleições anteriores ter desistido para apoiar João Noronha Lopes, derrotado por Luís Filipe Vieira e que já se afastou da corrida eleitoral de 09 de outubro.

Recomendadas

Futebol. Campeonato do mundo a cada dois anos preocupa Comité Olímpico Internacional

COI afirmou estar “muito preocupado” com o impacto que um Mundial a cada dois anos possa ter sobre outras modalidades desportivas, bem como no bem-estar dos jogadores e no aumento das modalidades masculinas, já que afetaria a “igualdade de género”.

CR7 junta-se a milionário de Singapura para lançar startup que pretende “revolucionar” o futebol

ZujuGP visa “impulsionar a comunicação e o comércio na comunidade mundial de quatro mil milhões de fãs”.

“Jogo Económico”. “Aqui no Brasil fomos muito impactados por Jorge Jesus”

Felipe Ximenes, gestor desportivo, executivo do Avaí Clube e organizador do evento Global Football Management, que tem lugar em Lisboa esta semana, destacou, na última edição do programa “Jogo Económico”, da plataforma multimédia JE TV, a importância e o impacto de Jorge Jesus no futebol brasileiro.
Comentários