Russia bloqueia portos ucranianos no Mar de Azov

Dois portos ucranianos do Mar de Azov, Berdyansk e Mariupol, estão sob o bloqueio da Rússia. O bloqueio vem depois da Russia ter capturado três navios da Marinha ucraniana e suas tripulações no domingo perto da península da Crimeia.

Dois portos ucranianos do Mar de Azov, Berdyansk e Mariupol, estão sob o bloqueio da Rússia, já que as embarcações estão a ser impedidas de entrar e sair, disse o ministro da Infraestrutura da Ucrânia, Volodymyr Omelyan, esta quinta-feira.

A noticia é avançada pela ‘Reuters‘, que informa que 35 embarcações foram impedidas de realizar operações normais e apenas os navios que se deslocam em direção aos portos russos no mar de Azov têm permissão para entrar, referiu ele no Facebook.

“O objetivo é simples – ao colocar um bloqueio nos portos ucranianos no Mar de Azov, a Rússia espera expulsar a Ucrânia do nosso próprio território – território que é nosso de acordo com todas as leis internacionais relevantes”, explicou na publicação.

Omelyan confirma que 18 navios aguardam a entrada no mar, incluindo quatro para Berdyansk e 14 para Mariupol. Há também uma linha de nove embarcações para deixar no Mar de Azov e outras oito que estão perto dos ancoradouros do porto.

A Rússia apreendeu três navios da Marinha ucraniana e suas tripulações no domingo perto da península da Crimeia, uma operação tornada pública pelas forças armadas de Kiev. A captura terá acontecido após uma perseguição e segundo as informações avançadas pela BBC, dois tripulantes ficaram feridos.

Relacionadas

Crise na Ucrânia: Putin acusa Poroshenko de eleitoralismo

Presidente norte-americano ameaçou homólogo russo de cancelar encontro bilateral na cimeira do G20. Putin pediu auxílio a Angela Merkel para resolver a crise.

Vladimir Putin pede a Angela Merkel que dissuada a Ucrânia de cometer “atos irrefletidos”

O presidente russo expressou à chanceler alemã a “séria preocupação” de Moscovo após a introdução da lei marcial na Ucrânia e pediu a Angela Merkel para dissuadir Kiev de cometer quaisquer “atos irrefletidos”, anunciou esta terça-feira o Kremlin.

Presidente ucraniano declara estado de exceção no país

A medida vem na sequência do apresamento pela Rússia, no domingo, de três navios da Armada da Ucrânia no mar Negro.
Recomendadas

Premium“Super terça-feira” vai definir adversário democrata de Trump nas presidenciais

Está a chegar a “superterça-feira” em que democratas de 14 estados definem quem irá tentar travar a reeleição de Donald Trump. Bernie Sanders lidera.

Canadá vai deixar de pagar segurança de Harry e Meghan “nas próximas semanas”

Assim que o período de transição estiver concluído, o Governo do Canadá vai aliviar os contribuintes de pagar os custos de segurança dos duques de Sussex. A dupla é considerada como Pessoas Internacionalmente Protegidas e por isso tem a “obrigação de fornecer assistência de segurança conforme as necessidade”.

Vice-presidente iraniana infetada pelo coronavírus

Segundo a sua assessora de relações públicas, Fariba Ebtehaj, o teste de despistagem do coronavírus deu resultado positivo hoje e foi realizado após a vice-presidente ter apresentado sintomas no dia anterior, quando participou na reunião do Conselho de Ministros.
Comentários