PremiumSafe Away inova ao explorar saúde no mercado turístico

Os dois sócios, Hugo Ávila e Paulo Azevedo, saíram do hospital onde trabalhavam como enfermeiros para investir no projeto. Afirmam ter feito um grande investimento na Safe Away há cinco anos e que agora a empresa começa a ser viável.

Depois de 12 anos a trabalhar no hospital, durante os quais viam “montes de estrangeiros” perdidos pelos corredores, alguns em cadeira-de-rodas, que ali estavam durante as suas férias por algum evento não planeado, os enfermeiros Hugo Ávila e Paulo Azevedo decidiram criar a Safe Away. Resumidamente, é uma empresa que permite prestar cuidados aos turistas dentro das unidades hoteleiras, mas também é muito mais do que isso dado o vasto conjunto de serviços que presta.

“Adoramos viajar e a pior coisa que pode acontecer durante as férias é um evento não planeado”, afirma Paulo.

Há cinco anos começaram a planear a empresa e há dois começaram a trabalhar no terreno. Foi o grupo Savoy que lhes abriu as portas para o mercado de trabalho e dizem que o ninho da Safe Away foi no Royal Savoy, onde ficaram a trabalhar exclusivamente durante seis meses. Passado esse período alargaram os serviços para todo o grupo hoteleiro.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumPolitécnico de Santarém estreita ligação às empresas

João Moutão, presidente interino, revela ao JE a criação de um programa de inovação pedagógica. Alunos vão ajudar empresas em problemas concretos.

PremiumTrump volta à melhor forma com crise racial a somar-se à de saúde

No limite, os confrontos por causa da morte de George Floyd vão fazer com que o presidente consiga provar aos norte-americanos que, como a resposta à pandemia, tudo não é mais que um ‘complot’ dos democratas

PremiumAntónio Costa Silva, o engenheiro da recuperação

Do petróleo e da poesia para o lugar de paraministro. O gestor que o primeiro-ministro chamou para desenhar o plano para recuperar a economia é um engenheiro de topo, mas enquanto poeta escreve sobre as palavras, os beijos e a beleza. O conhecimento profundo sobre temas abrangentes, aliado à modéstia e ao rico sentido de humor, resulta em elogios por parte de quem o conhece há anos. “Não há pessoa que não goste dele”, garantem.
Comentários