Saiba o que fazer se comprar casa nova com defeitos

Depois de o defeito ou defeitos serem observados, os consumidores têm um ano para informar o vendedor da situação. Essa comunicação ao construtor ou vendedor deve ser feita por escrito, através de carta registada, com aviso de receção. Só desta forma, ficará com a prova de que denunciou os defeitos encontrados na casa e assim vinculará o vendedor à obrigação legal de efetuar a reparação. Nesta carta há que estabelecer um prazo para que a reparação seja executada.

Casa nova com defeitos é uma reclamação frequente. Aquando das visitas à nova casa, raramente os consumidores detetam os defeitos que, meses mais tarde, assombrarão as suas vidas. Falamos de fissuras nas paredes, ladrilhos rachados, humidade nos tetos e paredes, instalações sanitárias com mau funcionamento, soalho e portas empenadas. Enfim, muitos aborrecimentos e desilusões.

Mas o consumidor tem direitos! Todas as casas novas têm um prazo de garantia de 5 anos, a contar a partir da data da compra. Logo, perante estas situações o consumidor pode e deve acionar a garantia da casa.

Depois de o defeito ou defeitos serem observados, os consumidores têm um ano para informar o vendedor da situação. Essa comunicação ao construtor ou vendedor deve ser feita por escrito, através de carta registada, com aviso de receção. Só desta forma, ficará com a prova de que denunciou os defeitos encontrados na casa e assim vinculará o vendedor à obrigação legal de efetuar a reparação. Nesta carta há que estabelecer um prazo para que a reparação seja executada.

Após a comunicação dos defeitos, pode exigir que estes sejam reparados ou, se tal não for possível, podes até pedir uma nova construção. Se nenhuma destas soluções for acatada pelo vendedor, ainda, poderás exigir uma redução do preço da casa ou até a resolução do contrato e a devolução das quantias pagas. Esta última hipótese só poderá ser avaliada se habitar a casa for totalmente impossível.

Se o vendedor não reparar os defeitos, a situação tornar-se-á mais complicada, pois é necessário recorrer ao tribunal. A ação deve ser instaurada no tribunal antes do prazo de 3 anos a contar da comunicação do defeito. Este prazo não pode ser ultrapassado, sob pena do vendedor ficar livre da sua obrigação de arranjar os defeitos de construção.

Conte com o apoio da DECO MADEIRA através do número de telefone 968 800 489/291 146 520, do endereço eletrónico deco.madeira@deco.pt. Pode também marcar atendimento via Skype. Siga-nos nas redes sociais Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin e Youtube!

Ler mais
Recomendadas

Converter documentos Word em apresentações PowerPoint automaticamente? Vai ser possível

A criação de apresentações PowerPoint será muito facilitada quando esta nova funcionalidade estiver implementada no Microsoft Word.

Conheça os rótulos europeus de eficiência hídrica e energética e poupe centenas de euros por ano

Nestas imagens fica a conhecer os rótulos para aumentar a poupança. Se utilizássemos equipamentos mais eficientes, o montante a pagar na fatura seria substancialmente reduzido, refere a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor.

Quase 4.400 entidades integram a lista de candidatas à consignação do IRS

Entre misericórdias, fundações, casas do povo, teatros, centros sociais e paroquiais, igrejas, bombeiros e variadas associações um total de 4.399 entidades integra a lista de candidatos à fatia de imposto que os contribuintes lhes podem consignar quando fazem a entrega da sua declaração anual do imposto.
Comentários