Saiba como reduzir a sua fatura energética com equipamentos mais eficientes

Não basta apenas os consumidores adquirirem eletrodomésticos mais eficientes para verem a sua fatura reduzida, é necessário também adotar comportamentos mais eficientes, se não o que irá acontecer é um “efeito de ricochete” da energia.

Sempre que vai comprar eletrodomésticos para a sua casa têm em atenção à eficiência energética dos mesmos, mas mesmo assim a sua fatura não diminui? Saiba o que tem de melhorar também para atingir os resultados esperados.

Não basta apenas os consumidores adquirirem eletrodomésticos mais eficientes para verem a sua fatura reduzida, é necessário também adotar comportamentos mais eficientes, se não o que irá acontecer é um “efeito de ricochete” da energia.

Por exemplo, optar por lâmpadas LED em consequência da sua maior eficiência, mas deixá-las ligadas mais tempo, não irá de todo ajudar o consumidor a diminuir os seus consumos. A ideia transmitida de que as lâmpadas LED são mais eficientes faz também com que o consumidor inconscientemente gaste mais, não vendo benefícios dessa aquisição.

Na mesma linha de pensamento podemos evidenciar outro exemplo, como a compra de uma máquina de lavar mais energeticamente mais eficiente. Se o consumidor opta por utilizá-la mais vezes do que estava habituado, como é natural também vai gastar mais e não vai conseguir poupar como era esperado ao adquirir um equipamento mais eficiente.

Ou seja, não basta ter a iniciativa de comprar eletrodomésticos mais eficientes para ver a sua fatura reduzida. Eles podem fazer realmente a diferença se colaborar e adequar comportamentos mais eficientes.

O consumidor deve estar atento e pensar cuidadosamente nas suas atitudes em casa, para que possa realmente perceber a diferença na poupança com a aquisição dos equipamentos energéticos eficientes. Basta adotar gestos simples e irá ver que fazem toda a diferença!

Para recolher mais informação consulte o projeto ACT4ECO da DECO. Trata-se de uma plataforma de aprendizagem online que aborda conteúdos sobre a eficiência energética e oferece dicas para fazer mudanças eficientes e financeiramente atraentes na sua casa! Consulte a ACT4ECO.

Conte com o apoio da DECO MADEIRA através do número de telefone 968 800 489/291 146 520, do endereço electrónico deco.madeira@deco.pt. Pode também marcar atendimento via Skype. Siga-nos nas redes sociais Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin e Youtube!

Ler mais
Recomendadas

Maioria dos portugueses prefere produtos que utilizam a menor embalagem possível

O recente estudo, realizado pela DS Smith e Ipsos MORI mostra que, apesar da crise global de saúde, os consumidores continuam a ter em conta o ambiente: 85% dos inquiridos querem comprar produtos que utilizem a menor embalagem possível

Deco alerta para riscos das compras através de redes sociais

Estas “lojas”, na sua maioria, não se encontram registadas como empresas em Portugal, não possuem um endereço físico de contacto, e, por vezes, não se tratam de vendas de comerciantes, mas sim vendas entre particulares, o que torna mais difícil a resolução de um possível conflito. O endereço físico da loja, ou uma morada para contacto, é essencial para reclamar em caso de conflito.

Economia circular: portugueses gastam mais de 140 euros por ano em bens usados

Em média, o consumidor português gasta 142 euros por ano em bens usados. As razões que motivam estas compras são principalmente a relação qualidade/preço e a sustentabilidade.
Comentários