“Saldo de médicos no SNS é negativo desde início da pandemia”, acusa FNAM

“É absolutamente necessário criar condições no SNS para manter e atrair mais médicos. Tal tem sido irresponsavelmente ignorado e o saldo de médicos no SNS é negativo desde o início da pandemia”, criticou a FNAM em comunicado após o encontro com Marcelo Rebelo de Sousa no Palácio de Belém.

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) criticou esta terça-feira o ministério da Saúde por falta de investimento no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e a propósito dos médicos, esta Federação defende que o saldo é negativo desde o início da pandemia. Posição foi assumida pela FNAM junto do Presidente da Repúblico num encontro em Belém ao abrigo das audições que Marcelo tem dedicado ao combate à pandemia da Covid-19.

“É absolutamente necessário criar condições no SNS para manter e atrair mais médicos. Tal tem sido irresponsavelmente ignorado e o saldo de médicos no SNS é negativo desde o início da pandemia”, criticou a FNAM em comunicado após o encontro com Marcelo Rebelo de Sousa no Palácio de Belém.

Neste encontro, a FNAM reiterou junto do Presidente da República “a sua preocupação com a falta de investimento no SNS – quer de forma crónica quer no contexto da atual pandemia – com as graves consequências previsíveis”.

A Federação afirma que “continua a assumir-se como um interlocutor responsável, inteiramente disponível para a colaboração nesta altura difícil. Contudo, não abdicará de reivindicar todas as medidas que considere necessárias para a valorização do trabalho médico e fortalecimento do SNS”.

Recomendadas

OE2021: Aprovada proposta para pagamento em prestações de IVA e IRC até 15 mil euros

A medida aplica-se apenas a tributos cujo valor no momento do requerimento e a pagar em prestações seja inferior a 15.000 euros.

Criadores portugueses de moda abrem loja temporária em Guimarães até 19 de dezembro

Vinte e cinco ‘designers’ da moda portuguesa enviaram recentemente um manifesto, designado por “Uma Voz”, ao Presidente da República e ao primeiro-ministro a pedir estatuto profissional e a vontade de criar uma Ordem dos Designers.

Covid-19: França com aumento de novos casos após 16.282 infetados nas últimas 24 horas

Apesar destes dados, o número de pessoas internadas está agora abaixo das 30 mil pela primeira vez desde 08 de novembro, sendo que 4.136 destas estão nos cuidados intensivos.
Comentários