Santander põe 120 alunos de 20 universidades a participar na European Innovation Academy

Destaque para a Universidade do Porto e o Instituto Superior Técnico: cada uma das instituições traz mais de 20 alunos para competirem diretamente com jovens de UC Berkeley e U Michigan, entre outras instituições de grande prestígio internacional.

“O Santander Universidades proporciona a 120 estudantes de 20 instituições de Ensino Superior nacionais, de norte a sul de Portugal, a participação na maior academia de inovação digital da Europa, a European Innovation Academy, que se realiza, em Cascais, entre 15 de julho e 3 de agosto”, revela o banco liderado por António Vieira Monteiro.

São 50 Bolsas atribuídas diretamente pelo Banco Santander, enquanto as restantes serão participadas pelas Instituições de Ensino Superior parceiras do Santander Universidades.

A 2ª Edição da EIA acolhe no total 500 jovens de 75 países para testarem as suas ideias de negócio.  O evento é focado agora nas tecnologias relacionadas com a Robótica e Inteligência Artificial.

O programa de empreendedorismo da EIA tem a duração de 15 dias e conta com uma metodologia desenvolvida por representantes da Universidade de Berkeley, Universidade de Stanford e da Google.

Destaque para a Universidade do Porto e o Instituto Superior Técnico: cada uma das instituições traz mais de 20 alunos para competirem diretamente com jovens de UC Berkeley e U Michigan, entre outras instituições de grande prestígio internacional.

Em Portugal, o Santander Universidades e a Câmara Municipal de Cascais são os principais parceiros da EIA.

Marcos Soares Ribeiro, diretor-coordenador do Santander Universidades, afirma que “para nós, faz todo o sentido o apoio, pela segunda vez, à maior academia de inovação digital da Europa, a EIA, porque vai ao encontro daquilo em que acreditamos, ou seja, uma aposta clara na motivação do espírito empreendedor dos estudantes universitários portugueses”.

A lista de Universidades presentes é composta por:

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – Universidade Nova de Lisboa; Faculdade de Ciência e Tecnologia – Universidade Nova de Lisboa; Instituto Politécnico de Beja; Instituto Politécnico do Cávado e do Ave; Instituto Politécnico da Guarda; Instituto Politécnico do Porto; Instituto Politécnico de Setúbal; Instituto Superior Técnico – Universidade de Lisboa; ISMAI – Instituto Superior da Maia; NOVA IMS – Universidade Nova de Lisboa; NOVA SBE – Universidade Nova de Lisboa; Universidade dos Açores; Universidade Autónoma de Lisboa; Universidade de Coimbra; Universidade de Évora; Universidade Europeia; Universidade Lusíada; Universidade da Madeira; Universidade do Porto; e Universidade de Trás-os-Montes e Alto-Douro.

Ler mais
Recomendadas

Três elétricas internacionais aliam-se ao novo programa de aceleração da EDP

A norte-americana American Eletric Power, a Turning Tablesm, do grupo espanhol Cuerva, e a austríaca Verbund juntaram-se ao Starter Acceleration Program.

Portugal é líder em PME inovadoras na União Europeia 

O relatório publicado por Bruxelas revela que Portugal continuava, no ano passado, a meio da tabela no painel europeu de inovação elaborado anualmente pela Comissão Europeia, com uma pontuação de 97,63 pontos.

Fintechs com “misto de sensações” sobre acesso a contas bancárias

Os novos operadores da área financeira consideram que os bancos devem ir além das obrigações da diretiva dos pagamentos.
Comentários