Santander põe 120 alunos de 20 universidades a participar na European Innovation Academy

Destaque para a Universidade do Porto e o Instituto Superior Técnico: cada uma das instituições traz mais de 20 alunos para competirem diretamente com jovens de UC Berkeley e U Michigan, entre outras instituições de grande prestígio internacional.

“O Santander Universidades proporciona a 120 estudantes de 20 instituições de Ensino Superior nacionais, de norte a sul de Portugal, a participação na maior academia de inovação digital da Europa, a European Innovation Academy, que se realiza, em Cascais, entre 15 de julho e 3 de agosto”, revela o banco liderado por António Vieira Monteiro.

São 50 Bolsas atribuídas diretamente pelo Banco Santander, enquanto as restantes serão participadas pelas Instituições de Ensino Superior parceiras do Santander Universidades.

A 2ª Edição da EIA acolhe no total 500 jovens de 75 países para testarem as suas ideias de negócio.  O evento é focado agora nas tecnologias relacionadas com a Robótica e Inteligência Artificial.

O programa de empreendedorismo da EIA tem a duração de 15 dias e conta com uma metodologia desenvolvida por representantes da Universidade de Berkeley, Universidade de Stanford e da Google.

Destaque para a Universidade do Porto e o Instituto Superior Técnico: cada uma das instituições traz mais de 20 alunos para competirem diretamente com jovens de UC Berkeley e U Michigan, entre outras instituições de grande prestígio internacional.

Em Portugal, o Santander Universidades e a Câmara Municipal de Cascais são os principais parceiros da EIA.

Marcos Soares Ribeiro, diretor-coordenador do Santander Universidades, afirma que “para nós, faz todo o sentido o apoio, pela segunda vez, à maior academia de inovação digital da Europa, a EIA, porque vai ao encontro daquilo em que acreditamos, ou seja, uma aposta clara na motivação do espírito empreendedor dos estudantes universitários portugueses”.

A lista de Universidades presentes é composta por:

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – Universidade Nova de Lisboa; Faculdade de Ciência e Tecnologia – Universidade Nova de Lisboa; Instituto Politécnico de Beja; Instituto Politécnico do Cávado e do Ave; Instituto Politécnico da Guarda; Instituto Politécnico do Porto; Instituto Politécnico de Setúbal; Instituto Superior Técnico – Universidade de Lisboa; ISMAI – Instituto Superior da Maia; NOVA IMS – Universidade Nova de Lisboa; NOVA SBE – Universidade Nova de Lisboa; Universidade dos Açores; Universidade Autónoma de Lisboa; Universidade de Coimbra; Universidade de Évora; Universidade Europeia; Universidade Lusíada; Universidade da Madeira; Universidade do Porto; e Universidade de Trás-os-Montes e Alto-Douro.

Recomendadas

Feedzai compra tecnologia biométrica para prevenir fraudes através de mudanças de comportamento (com áudio)

Plataforma adquirida é capaz de analisar “diferenças que encontramos na forma como alguém segura o telefone, a rapidez com que navega numa aplicação bancária ou a forma como digita a sua palavra-passe e prevemos se uma determinada sessão é ou não confiável”.

Vivid chega a Portugal e permite comprar ações com um cêntimo

A fintech chega ao mercado nacional, depois de ter recebido um investimento de sessenta milhões de euros de Série B.

Bruno Fernandes embaixador no lançamento do serviço de NFT’s de startup portuguesa

Os NFT’s poderão ser adquiridos através de pacotes de cromos, semelhantes aos que são vendidos em formato físico. Dentro de cada pacote, existem colecionáveis ​​de cinco níveis diferentes, que variam de acordo com a sua raridade: Comum, Especial, Épico, Lendário e Único – neste último, como o nome indica, apenas um será lançado para todo o mercado.
Comentários