Sata/Privatização: Concurso anulado após divulgação de documentos que causaram “sério dano”

Em causa está a divulgação de documentos que indicam que não havia uma proposta formal dos islandeses da Icelandic para comprar 49% da Azores Airlines. O Governo dos Açores disse que deu indicações ao conselho de administração da SATA para anular o presente concurso e preparar o lançamento de um novo concurso com o mesmo objetivo.

O concurso de privatização de 49% da Azores Airlines foi anulado depois da divulgação de documentos que causaram “um sério dano ao grupo SATA e aos Açores”, referiu esta sexta-feira o governo açoriano.

Em nota de imprensa, o Governo dos Açores diz que “decidiu dar orientações ao conselho de administração do grupo SATA para anular o presente concurso público de privatização de 49% do capital social da Azores Airlines e preparar o lançamento de um novo concurso com o mesmo objetivo”.

Em causa estão notícias da RTP/Açores, citando documentos privados da comissão de inquérito do parlamento açoriano ao setor empresarial público, indicando que não havia uma proposta formal apresentada pelos islandeses da Icelandic, única entidade qualificada para a segunda fase da alienação, antes o intuito de abrir um período de negociações com a SATA.

Esta manhã, a secretária regional com a tutela dos Transportes, Ana Cunha, disse aos jornalistas que havia uma proposta formal da Icelandic para a compra de 49% da Azores Airlines e não apenas uma carta pedindo o abrir de negociações.

Recomendadas

Madeira na linha da frente do crescimento da Anturio

Após ter duplicado a faturação na Região até setembro, a empresa de informática espera um disparo de até 50% em 2019. Novos produtos, contratações e uma fusão estão a ser preparados para acompanhar o crescimento, diz o CEO da empresa ao EM.

Alojamento e restauração lideram acidentes de trabalho na Madeira

O setor representou 17,9 dos acidentes de trabalho na Madeira.

Funchal: O que precisa de saber sobre as bolsas de estudo do ensino superior

Já foram efetuadas 606 candidaturas às bolsas de estudo universitárias atribuídas pela Câmara Municipal do Funchal. Este apoio está disponível para quem tem residência no município e estuda na Madeira, Continente, Açores, ou no Estrangeiro. Está orçamentada uma verba de 1,4 milhões de euros.
Comentários