Secretaria da Agricultura nega impedimentos ao associativismo na GESBA denunciados pelo PS Madeira

A Secretaria Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural diz que as críticas “são facilmente rebatidas” com o crescimento sustentado da produção de banana, que em 2009 era de cerca de 13 mil toneladas e que em 2020 ascendeu as 21 mil toneladas. “Um aumento de 54% que é revelador da confiança que os produtores têm no sector e que contraria a ideia avançada de bloqueios”, defendeu a Secretaria Regional.

A Secretaria Regional da Agricultura negou que exista impedimento ao associativismo na Empresa de Gestão do Sector da Banana (GESBA), como foi denunciado por Paulo Cafôfo, presidente do PS Madeira.

“Ninguém está contra a GESBA. O que estamos contra é que os agricultores não possam, se quiserem, não estar dependentes da GESBA e formarem eles próprios a sua associação. Nós não queremos que o Governo ponha a mão em tudo. O que queremos é o contrário, é que o investimento público e as políticas públicas agrícolas possam servir para incentivar a atividade e atrair gente para a agricultura de uma forma rentável”, afirmou Cafôfo.

Em resposta a Secretaria Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural clarifica que estas críticas “são facilmente rebatidas” com o crescimento sustentado da produção de banana, que em 2009 era de cerca de 13 mil toneladas e que em 2020 ascendeu as 21 mil toneladas.

“Um aumento de 54% que é revelador da confiança que os produtores têm no sector e que contraria a ideia avançada de bloqueios”, defendeu a Secretaria Regional.

Recomendadas

Madeira prevê começar a vacinar crianças contra a Covid-19 no próximo dia 14

Este processo de vacinação vai abranger “14.715 crianças entre os cinco e os onze anos”, referiu Pedro Ramos.

Madeira: Movimento de passageiros nos aeroportos da RAM cresce no terceiro trimestre, mas ainda não atinge valores de 2019

Entre janeiro e setembro, o movimento de passageiros nos aeroportos da RAM foi de aproximadamente 1,3 milhões, o que significa que houve um crescimento homólogo de 41,2% e uma diminuição de 50% face aos valores registados nos primeiros nove meses de 2019. 

Madeira: PS defende que “part-time” de presidente da Junta de Freguesia de São Martinho desvaloriza poder local

Esta atitude desvaloriza a importância das freguesias portuguesas, consideram os membros do PS na Assembleia de Freguesia de São Martinho, as quais “têm travado uma longa luta pelo reconhecimento da importância do poder local”, inclusive a batalha pelo direito a um presidente da Junta a tempo inteiro. Assim, o PS considera que o atual presidente da Junta de Freguesia de São Martinho demonstra “falta de conhecimento, impreparação e desmotivação” face ao cargo que ocupa.
Comentários