Securitas Direct compra operações europeias da tecnológica Arlo por 45 milhões de euros

O acordo prevê que a empresa do grupo sueco Verisure comercialize o catálogo de produtos e serviços de vigilância da empresa em Portugal, trazendo para o mercado nacional a videovigilância baseada em inteligência artificial com câmaras ‘wireless’.

O grupo Verisure, ao qual pertence a Securitas Direct, comprou as operações comerciais da norte-americana Arlo Technologies na Europa por 50 milhões de dólares (aproximadamente 45 milhões de euros). O acordo prevê que a Securitas Direct comercialize o catálogo de produtos e serviços de vigilância da empresa em Portugal, trazendo para o mercado nacional a videovigilância baseada em inteligência artificial com câmaras wireless.

A aliança estratégica resultará numa comercialização multicanal na Europa em serviços de segurança e vigilância, ao combinar retalho e e-commerce por parte da Arlo nos canais de venda direta da Verisure. Para a o grupo sueco, permite acelerar a implementação de serviços de segurança e vigilância em toda a Europa e para a Arlo reforça a sua posição na indústria em soluções de segurança para casas inteligentes.

“Completamos a nossa oferta de câmaras de segurança dando um passo em frente com uma câmara de videovigilância avançada. Estas câmaras são fáceis de instalar, 100% wireless, e com uma qualidade de imagem entre as melhores do mercado”, destacou o diretor de Marketing da Securitas Direct, Fernando Solera, em comunicado enviado à imprensa.

Em termos operacionais, o acordo inclui: a venda das operações comerciais da Arlo na Europa pela Verisure, o que inclui a comercialização e distribuição dos produtos e serviços da Arlo e a gestão da marca no Velho Continente, bem como o suprarreferido fornecimento multicanal e os serviços em nuvem (cloud) da Arlo.

“Esta aposta vem consolidar os projetos que a Securitas Direct está a desenvolver, com base em inteligência artificial e modelos preditivos, com o objetivo de verificar uma situação de risco no menor tempo possível, tornando ainda mais eficiente a resposta a qualquer tentativa de intrusão”, garante a Securitas Direct.

As câmaras mais recentes da Securitas Direct, integradas nos seus sistemas de alarme, também têm tecnologia de armazenamento em nuvem durante 30 e encriptação de dados  e são capazes de distinguir pessoas, animais e veículos através da análise inteligente da imagem, enviando um alerta imediato para o utilizador, além dos tradicionais som e luz em causa de intrusão.

A Arlo Technologies, que negoceia na bolsa de Nova Iorque, obteve uma receita de 111,1 milhões de dólares (cerca de 99 milhões de euros) no terceiro trimestre deste ano, o que representou um ligeiro aumento homólogo de 0,8%, fluxos de caixa e investimentos de curto prazo de 166,1 milhões de dólares (na ordem dos 148,1 milhões de euros).

“O nosso novo modelo de negócios para serviços continuou a ganhar impulso, anexando um recorde de 182 mil contas pagas no trimestre, um aumento anual de 214%. Ultrapassámos o total de 900 mil contas pagas a 18 de outubro e acreditamos que estamos num claro caminho para cumprir a meta de um milhão significativamente antes da nossa earnings call do final do ano e superar os 100 milhões de dólares em receitas de serviço este ano”, realçou o CEO, Matthew McRae, aquando da divulgação das contas.

Recomendadas

Governo recebe 300 milhões da CGD em dividendos extraordinários

Com este dividendo extraordinário, o Estado recebe ao todo em 2021, da CGD, 383,6 milhões de euros.

“Teletrabalho? Caberá ao empregador pagar o acréscimo de custos em virtude do trabalho remoto”

“Ficou claro que caberá ao empregador pagar tudo o que seja relativo à aquisição de equipamentos e de instrumentos de trabalho: computadores, tablets, telemóveis, impressoras, etc. Por outro lado, caberá ao empregador pagar o acréscimo de custos que o trabalhador comprovadamente demonstrar serem relativos ao teletrabalho”, realçou Maria João da Luz, advogada sénior da Morais Leitão.

Haitong Bank liderou a emissão de obrigações da Mota-Engil num sindicato que incluiu CaixaBI, Finantia e Novobanco

Nesta emissão, a Mota-Engil compromete-se a melhorar um indicador (KPI) de modo a alcançar a uma meta de desempenho de sustentabilidade (SPT) em 31 de dezembro de 2025; caso a emitente não cumpra esse objetivo, pagará uma remuneração adicional de 1,25 euros por obrigação Mota-Engil 2026 na data de reembolso final do empréstimo.
Comentários