Semana de “contenção de contactos”. Aulas retomadas a 10 de janeiro, anuncia Governo (com áudio)

Com as aulas a começar a 10 de janeiro, estes dias serão compensados com menos dois dias de férias no Carnaval e três na Páscoa.

Portugal vai ter entre os dias 2 e 9 de janeiro uma “semana de contenção de contactos”, durante a qual o teletrabalho vai passar a ser obrigatório e as escolas, discotecas e bares vão estar encerrados.

Com esta pausa, a segundo período do ano letivo só recomeça no dia 10 de janeiro, anunciou esta quinta-feira António Costa em Conselho de Ministros, esclarecendo que a medida aplica-se a todos os graus de ensino, público e privado, e também aos ATL. As creches também encerrarão as suas portas. As universidades, que “têm um calendário próprio”, não incluem atividades neste período.

As aulas só recomeçam a 10 de janeiro, com esses dias a serem compensados nas férias de Carnaval (menos dois dias) e na Páscoa (menos três dias). Durante a primeira semana de 2022, bares e discotecas serão encerrados e o teletrabalho, sempre que possível, será obrigatório.

“[O Natal] é um período é de intenso contacto e convívio familiar” e, desta forma, refere Costa, “evita-se o cruzamento de pessoas de diferentes famílias”.

Sobre os apoios para os pais que terão de ficar em casa com os filhos, o primeiro-ministro realça que haverá uma avaliação por parte do Ministério do Trabalho, não estando ainda tomada a decisão.

“Se todos aderirmos como temos aderido temos conseguido controlar a pandemia”, insiste o primeiro-ministro. “Estamos todos cansados e saturados, mas pessoas sabem que para proteção da saúde, da vida e dos concidadãos todos temos de nos empenhar.”

 

Recomendadas

Joe Biden diz que não há “motivo para pânico” com a variante Ómicron

“Há motivo para preocupação, com esta nova variante, mas não para pânico”, disse Biden, num discurso a partir da Casa Branca, onde repetiu os argumentos hoje apresentados pelo seu conselheiro para a Saúde, Anthony Fauci.

13 casos da variante Ómicron no Belenenses-SAD já são notícia lá fora

Do “El País”, ao “Washington Post” e de passagem pelo “The Guardian”. Os 13 casos da variante Ómicron em Portugal são notícia lá fora.

De Guterres a Von der Leyen. Ómicron obriga líderes mundiais a lançar alertas

A nova variante já atingiu quatro continentes e não tem deixado os líderes mundiais indiferentes.
Comentários