Semapa dispara 28% e põe PSI-20 a liderar subidas das bolsas europeias

A Semapa fechou 7% acima do preço da OPA. A bolsa de Lisboa viu as ações do BCP, Navigator, EDP Renováveis, Novabase subirem significativamente. Na Europa as bolsas vestiram-se de verde nesta sexta-feira. O Stoxx 600 subiu 0,68%, o EuroStoxx 50 avançou 0,88%.

O PSI-20 liderou esta sexta-feira os ganhos na Europa (+2,40% para 4.817,97 pontos), impulsionado pelo disparo de 28% da Semapa, que foi alvo de uma Oferta Pública de Aquisição (OPA).

As ações da Semapa valorizaram 28,42% fechando nos 12,20 euros, 7% acima do preço de 11,40 euros oferecido pela Sodim SGPS no anúncio preliminar da OPA. O que quer dizer esta expectativa dos investidores em relação ao preço da OPA fica por decifrar.

A holding da família Queiroz Pereira lançou uma OPA sobre a Semapa, oferecendo uma contrapartida em dinheiro, que traduz um prémio de 20% face à cotação de fecho de 18 de fevereiro. A oferta é geral e voluntária e tem como objetivo a totalidade das ações ordinárias representativas do capital social da Semapa.

A Semapa vai convocar o board para se pronunciar sobre a OPA e iniciar os procedimentos necessários no âmbito da oferta. O BCP, através do Millennium investment Banking, e o Caixa BI atuam como intermediários financeiros da oferta.

Tal como avançou o Jornal Económico, a Sodim vai financiar a OPA com crédito bancário concedido pelos bancos BCP, CGD e Santander.

A Navigator foi contagiada pela subida da casa-mãe e valorizou 4,67% para 2,78 euros. A Novabase avançou 4,62% para 3,850 euros. A EDP Renováveis ganhou 4,09% para 19,84 euros. O BCP fechou a subir 3,75% para 0,1246 euros. A Ibersol subiu 3,60% para 5,18 euros. A Altri de Paulo Fernandes também subiu 3,72% para 6,00 euros. Os CTT avançaram 2,72% para 2,46 euros. Destaque ainda para a Mota-Engil que ganhou 1,99% para 1,434 euros.

Em queda só dois títulos. A Ramada que recuou 2,69% para 5,06 euros e a EDP fechou a cair 0,71% para 4,76 euros.

Na Europa as bolsas vestiram-se de verde nesta sexta-feira. O Stoxx 600 subiu 0,68%, o EuroStoxx 50 avançou 0,88% para 3.713,46 pontos.

Nas principais praças, o CAC 40 subiu 0,79% para 5.773,5 pontos; o FTSE 100 ganhou 0,10% para 6.624 pontos; o DAX fechou com ganhos de 0,77% para 13.993,2 pontos; o FTSE MIB valorizou 0,94% para 23.136,3 pontos e o IBEX fechou a subir 1,16% para 8.151,6 pontos.

Segundo a análise de Ramiro Loureiro, analista de mercados do Millennium investment banking, “a sinalização de que a atividade industrial na zona euro terá registado uma aceleração surpreendente no ritmo de expansão em fevereiro, ofuscando um leve agravamento na contração do setor de serviços”, deu algum ânimo aos investidores”.

Segundo a Markit, em fevereiro de 2021, o Flash PMI Compósito do Produto na zona euro foi de 48,1 pontos (47,8 pontos em janeiro). Este valor é o máximo registado em 2 meses.

O Índice encontra-se abaixo do limiar da neutralidade (50,0).

“No Reino Unido, onde a vacinação contra o coronavírus se encontra numa fase mais avançada, a atividade surpreendeu pela positiva em ambos os setores (industria e serviços)”.

Já nos EUA a atividade industrial desacelerou, enquanto os serviços aceleraram o ritmo de expansão. “Conferindo algum otimismo no combate à pandemia, um estudo em Israel sobre a vacina da Pfizer/BioNTech apontou para uma redução de 85% nas infeções com apenas a primeira dose”, diz o analista.

“Destaque para as declarações da Secretária do Tesouro norte-americano, que quando questionada sobre se o aumento dos gastos federais poderia levar a um aumento sustentado da inflação, admitiu que tal seria um risco, acrescentando que a inflação está muito baixa há vários anos e que o Banco Central pode sempre mitigar esse risco com um aumento de taxas”, adianta o analista do BCP.

No mercado de dívida pública a 10 anos, a Alemanha vê os juros subirem 4,01 pontos base para -0,31%. Portugal tem os juros soberanos a subirem 1,19 pontos base para 0,25%; Espanha também com os juros a avançarem 1,52 pontos base para 0,35%. Só Itália tem os juros a caírem 2,45 pontos base para 0,62%.

O euro avança 0,32% para 1,2131 dólares.

O petróleo Brent cai 0,84% para 63,39 dólares.

Recomendadas

Fundos ESG ainda têm muito espaço para crescer em Portugal

No ano passado, a maioria das subscrições de fundos ESG foram feitas por pessoas singulares (99,2%), segundo os dados da CMVM, que mostram que as subscrições líquidas se revelaram nos quatro últimos anos, apesar de 2020 ter apresentado uma diminuição de 75% face a 2019.

Wall Street fecha em alta primeira semana de resultados trimestrais

O sector financeiro arrancou mais uma época de resultados trimestrais com lucros que superaram as expectativas do mercado, impulsionando os três principais títulos norte-americanos a ganhos na semana.

PremiumMinutas da Fed sinalizam ‘tapering’ em novembro

Reserva Federal norte-americana sinalizou início do ‘tapering’ no próximo mês. Inflação pressiona ações. Começou a apresentação de resultados nos Estados Unidos.
Comentários