Semapa e Techstars vão para o LACS acelerar startups

O programa “Techstars Lisbon in partnership with Semapa Next”, lançado oficialmente no passado mês de julho, vai selecionar no primeiro ano 10 startups nacionais e internacionais.

O LACS – Communitivity of Creators foi o espaço escolhido pela Semapa Next e pela Techstars para receber em Lisboa as startups que vão integrar o programa de aceleração internacional que está a ser desenvolvido em parceria entre as duas entidades.

Localizado na Rocha Conde d’Óbidos, em Santos, bem no coração do porto de Lisboa, o LACS é um cluster criativo que tem por missão ajudar os seus membros residentes a alcançarem níveis de criatividade, inovação e competitividade mais altos. Além da possibilidade de partilharem espaços de trabalho, também proporciona serviços que contribuam para a criação de networking.

No âmbito do programa de aceleração, o LACS vai receber cerca de 50 pessoas, entre fundadores das startups selecionadas, as respetivas equipas e staff da própria aceleradora. Vão também passar por este espaço cerca de 500 mentores, nacionais e internacionais, que vão apoiar e partilhar a sua experiência com as startups.

O programa “Techstars Lisbon in partnership with Semapa Next”, lançado oficialmente no passado mês de julho, vai selecionar no primeiro ano 10 startups nacionais e internacionais em três áreas distintas: Tecnologia Industrial e Ambiental, Transporte Inteligente e Tecnologia de Viagens e Lazer.

A participação no programa de aceleração vai permitir às startups beneficiar de todo o conhecimento de negócio e expertise técnico do Grupo Semapa, bem como da cidade Lisboa enquanto ecossistema com muito talento, que continua a crescer mais rápido que a média Europeia, com muitos casos de sucesso e com muitas empresas de média e grande dimensão a testarem novas tecnologias.

Relacionadas

Semapa cria parceria com Techstars para acelerar ‘startups’

“A nossa ideia é investir até 30 milhões de euros em venture capital, e já temos alguns projectos em pipeline. É neste contexto que surge a parceria com a Techstars. Trazer a Techstars para Lisboa, e trazer para a parceria o que a Semapa pode oferecer”, explicou João Castello Branco, CEO da Semapa.

Santander reduz na Semapa para menos de 2%

No total, os fundos de investimento mobiliários geridos pela Santander Asset Management, S.G.I.I.C., passaram a deter, a partir do dia 31 de outubro de 2018, 1.614.378 ações, correspondentes a 1,9864% do capital social da Semapa, relativas a 1,9864% dos direitos de voto, tendo assim, ficado abaixo do limiar de 2% de participação qualificada.
Recomendadas

‘Caso EDP’: empresa confirma que já foi notificada pelo DCIAP para ser constituída arguida

Em comunicado, a energética portuguesa afirmou que “em linha com as notícias divulgadas na imprensa portuguesa no final do dia de ontem, a EDP foi hoje notificada pelo DCIAP de que deverá, nos próximos dias, designar um legal representante que compareça no DCIAP, a fim de ser constituída arguida”.

Nova companhia aérea de Neeleman deverá iniciar voos em 2021

A Breeze Airways, fundada por David Neeleman, cuja saída da TAP foi anunciada recentemente, deverá iniciar os voos em 2021, um lançamento que foi adiado pela pandemia de Covid-19, avançou hoje a Bloomberg.

Salários da CGD aumentaram em 2019 com início de pagamento de bónus

Os salários da administração da CGD cresceram para 3,6 milhões de euros no ano passado, um aumento de 22,5% justificado com o início de um programa de pagamento de remunerações variáveis, que já estava previsto, revelou o banco.
Comentários