Sérvulo e Nuno Teixeira organizam seminário sobre erro médico

A sessão realiza-se no Funchal e contará com a presença de Miguel Albuquerque, Pedro Ramos, secretário regional da Saúde, e Luís Drummond Borges, administrador do grupo Lusíadas.

A Sérvulo & Associados e o advogado Nuno Teixeira organizam, em parceria, no próxima sexta-feira (15 de março), o seminário “Anatomia do Erro Médico: Origem, Causalidade e Consequências”, no Funchal.

A sessão realiza-se no auditório do Centro de Estudos de História do Atlântico (Rua das Mercês 8), entre as 9:00 e as 13:00, e contará com a presença de Miguel Albuquerque, presidente do governo regional madeirense, Pedro Ramos, secretário regional da Saúde, e Luís Drummond Borges, administrador do grupo Lusíadas, bem como a de outros especialistas.

O evento, que terá cinco temas em análise – “Evitar o erro: prática médica”, “Responsabilidade médica e especificidades probatórias”, “Responsabilidade penal: o exercício da medicina em equipa”, “O erro médico e a gestão hospitalar” e “Responsabilidade disciplinar” – visa promover uma maior articulação entre a prática médica e a assessoria jurídica num tema como o erro médico, cada vez mais relevante para médicos, profissionais de saúde, hospitais e utentes.

O evento é gratuito mediante inscrição prévia para servulo@servulo.com

Recomendadas

Bloco de Esquerda avança com projeto de regulação das relações laborais na advocacia

Projeto de lei entregue hoje na Assembleia da República visa garantir que “as relações laborais no âmbito da advocacia são desenvolvidas dentro da legalidade, através de um contrato de trabalho reduzido a escrito, aplicando-se o Código do Trabalho ao início, ao conteúdo e à cessação dessas relações laborais”.

Quem pode auditar os créditos do Novo Banco? PwC auditou em 2017, EY em 2018 e KPMG tem legado do BES

Qual é a auditora que tem independência para avaliar os créditos do Novo Banco? Depois da KPMG, da PwC e da EY, só resta a Deloitte das “Big Four” para fazer a grande auditoria aos créditos do banco desde os tempos do BES que os políticos pediram.

PremiumRui Barros: “Estamos a assistir a uma nova tendência: hiperpersonalização”

O responsável da Accenture Technology explica como as novas tecnologias estão a alterar a forma como vivemos e quais as grandes tendências a nível mundial.
Comentários