Sílvio Fernandes toma posse como novo reitor da Universidade da Madeira

O novo reitor Sílvio Fernandes, venceu as eleições para a reitoria da instituição de ensino superior madeirense a 12 de março.

O novo reitor da Universidade da Madeira (UMa), Sílvio Fernandes, eleito a 12 de março, toma esta terça-feira posse da instituição de ensino superior madeirense, pelas 16h00.

Para além de Sílvio Fernandes tinha concorrido às eleições para a reitoria da UMa, José Sousa.

Sílvio Fernandes ao vencer as eleições para a reitoria, a 12 de março, sucede a José Carmo.

Em entrevista ao Económico Madeira (que pode consultar aqui), de 1 de abril, o novo reitor da UMa, Sílvio Fernandes, colocou entre as suas prioridades para o mandato: “Em primeiro lugar, combater o crónico subfinanciamento da Universidade da Madeira. Depois, continuar a pugnar pela compensação decorrentes dos sobrecustos da situação insular e ultraperiférica em que se encontra a Universidade e que tem vindo a afetar gravemente o seu funcionamento, bem como a concretização de um plano mais ambicioso para o futuro da instituição, com naturais reflexos no desenvolvimento da Madeira”.

A Universidade da Madeira tem atualmente oferta letiva de 21 licenciaturas, 24 mestrados e oito doutoramentos. Possui ainda 15 unidades de investigação, (dois são centros FCT e sete são centros FCT partilhados).

A UMa tem ainda 14 Cursos Técnicos Superiores Profissionais e uma pós-graduação.

A oferta lectiva da UMa está dispersa por seis faculdades: Faculdade de Artes e Humanidades, Faculdade de Ciências Exatas e da Engenharia, Faculdade de Ciências Sociais, Faculdade de Ciências da Vida, Escola Superior de Tecnologia e Gestão, Escola Superior de Saúde.

Ler mais
Recomendadas

Erasmus+: 26 mil milhões para apoiar mobilidade estudantil

Apresentado pela Presidência Portuguesa da União Europeia, o novo Erasmus+ quase duplica o orçamento anterior. Inclusão, digital e sustentabilidade são as novas áreas de aposta. Portugal quer triplicar o número de beneficiários do programa em 2021|27.

António Sampaio da Nóvoa: “É difícil identificar um património mais importante do que a língua portuguesa”

Comemora-se esta quarta-feira o Dia Mundial da Língua Portuguesa. António Sampaio da Nóvoa, embaixador de Portugal na UNESCO, grande impulsionador desta proclamação, destaca em entrevista ao Jornal Económico o valor único deste património.

Metade dos jovens portugueses não distingue opinião de facto na Internet, conclui estudo da OCDE

“Menos de metade dos jovens não distingue factos de opiniões. Antes, os jovens liam na enciclopédia e sabia-se que o que estava lá escrito era verdade. Agora procuram informação na internet” alertou o diretor da OCDE para a Educação, Andreas Schleider.
Comentários